Acolhimento das gestantes e mães com interesses de entregas de filhos para adoção é tema de capacitação

361

Realizado nos dias 21 e 22 de março, o evento traz palestras para profissionais dos órgãos públicos e da área da saúde

 

Será realizado em Uberlândia, nos próximos dias 21 e 22 de março, o evento “Ação educativa: acolhimento das gestantes e mães com interesse na entrega de filhos para adoção” no auditório Cícero Diniz, na Avenida Anselmo Alves dos Santos, n° 600 – Bairro Santa Mônica, das 9h às 17h.

Esse evento é um trabalho da Vara da Infância e Juventude de Uberlândia, em parceria com o Ministério Público, Secretaria de Desenvolvimento Social, o grupo Pontes de Amor, conselhos de Direito da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar, Secretaria Municipal de Saúde, Hospital de Clínicas da UFU e hospitais particulares (Madrecor e Santa Clara). além de outras instituições que precisam ser capacitados no acolhimento de gestantes ou mães de recém nascidos que manifestem interesse na entrega de seu filho à adoção.

A assistente social do grupo Pontes de Amor, Oliviana Silva, explica que o objetivo é trabalhar essa temática de forma desprovida de preconceito para que o acolhimento tanto da equipe que vai receber, quanto de um médico, enfermeira, assistente social que recebe essa mulher, seja de forma adequada quando ela chegar com esse desejo. “Queremos trabalhar essas questões que auxiliem no encaminhamento dessas mulheres à Vara da Infância e da Juventude, para que possam tomar decisões maduras. Devemos facilitar o acompanhamento psicossocial até que essa gestante consiga depois de todo esse aparato decidir realmente sobre a entrega ou não desse filho” ressalta.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) determina, em seu artigo 13, que as gestantes ou mães que manifestem interesse em entregar seus filhos para adoção, sejam obrigatoriamente encaminhadas, sem constrangimento, à Justiça da Infância e da Juventude. Por esse motivo, o evento receberá o desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Dr. Luiz Carlos de Barros Figueiredo e outros profissionais de Pernambuco que apresentarão o Programa Acolher, executado naquele Estado há vários anos. Esse programa recebe gestantes de todos os perfis que têm, em comum, o desejo de não se tornarem mães. O Des. Luiz Carlos, falará sobre esses direitos de forma jurídica e acolhedora. Os demais capacitadores Pernambucanos (Psicólogo e Pedagoga) que farão parte do evento auxiliarão na capacitação junto aos profissionais da rede de proteção das comarcas de Uberlândia e Uberaba.

O evento não é aberto à comunidade, mas podem participar profissionais da rede da saúde, psicólogos, assistentes sociais, Conselho Tutelar, Conselho de Direito, e pessoas que estão diretamente ligadas a essa temática da infância, da primeira infância e da primeira entrega. Serão capacitados também o Hospital de Clínicas e alguns hospitais particulares que possuem maternidade. “Queremos promover esse evento no sentido de capacitar a rede de saúde e órgãos públicos no acolhimento da gestante e de mulheres que se interessam em entregar seu filho, tanto no período gestacional quanto após o nascimento da criança”, finaliza Oliviana.

 

Serviço:

Capacitação

Data: 21 e 22 de março

Horário: das 9h às 17h

Local: auditório Cícero Diniz (PMU)

Endereço: Avenida Anselmo Alves dos Santos, n° 600 – Bairro Santa Mônica.

You might also like More from author

Comments are closed.