Cabelos brancos bem cuidados ditam moda  

165

Dermatologista explica que estresse e genética são os grandes responsáveis pelo aparecimento precoce dos cabelos brancos 

Ao longo dos anos, homens e mulheres passaram a assumir os cabelos brancos naturais que normalmente começam a aparecer por volta dos 30 anos de idade, mas dependendo da genética até em adolescentes, haja vista que uma elevada quantidade de radicais livres nos folículos pode provocar o aparecimento precoce de fios brancos. Depois de um período de longas críticas, hoje esse estilo, adotado por muitos, faz parte da Revolution Gray (revolução grisalha) que chegou para ditar moda.

Por que os brancos aparecem? A dermatologista e tricologista, Thalita Carlesso, explica que os cabelos brancos dão o ar da graça quando se inicia a redução progressiva da função do melanócito, uma célula responsável pela produção da melanina, que fica dentro de cada folículo ou raiz do cabelo. “É o envelhecimento capilar. Esse fenômeno se chama canície, que nada mais é do que a despigmentação capilar. Uma vez branco, não há como reverter porque as células que possuem a melanina, responsável pela pigmentação do cabelo, são limitadas como se a tinta daquele reservatório da raiz do cabelo acabasse. Além disso, não há nenhum medicamento que tenha efeito comprovado na recuperação da coloração dos cabelos”, esclarece.

A partir dos 50 anos, a redução hormonal gera uma redução na quantidade de fios e com a chegada da menopausa, devido às alterações hormonais, é comum que eles fiquem mais ralos. “Há diminuição da densidade dos cabelos e a duração da fase de crescimento dos fios é menor. A lubrificação natural do couro cabeludo e dos fios se torna menor com a idade, o que faz parte do processo de envelhecimento”, enfatiza Thalita.

Cabelos bem cuidados 

Para deixar os cabelos brancos bonitos e saudáveis, a dermatologista explica que alguns cuidados precisam ser levados em conta. “Por não apresentar cor, os cabelos grisalhos são mais sensíveis e, por sofrer oxidação, tendem a ficar amarelado, além de fraco, ressecado, opaco, sem elasticidade e quebradiço. Isso ocorre porque o fio não tem mais pigmento e, consequentemente, não tem qualidade proteica boa. Se há cabelos brancos e queda de cabelo, seja por algum problema emocional, alteração hormonal, doenças como tireoide, anemia ou mesmo por falta de alguma vitamina no organismo, precisa ser investigado por um especialista, por meio de exames”, orienta.

A médica salienta ainda que há produtos específicos que ajudam a manter o brilho e a cor livre do amarelamento. A transição dos fios com tintura para o grisalho se tornou uma forma de empoderamento e essa mudança depende muito da autoestima. “Hoje existem produtos muito bons, com filtro solar capilar que hidratam e previnem danos provocados pelo estresse oxidativo e o envelhecimento capilar causado pelo tabagismo, exposição solar e à poluição, por exemplo, bem como pelos fios brancos advindos da genética. O ideal é cortar com frequência, usar produtos certos de devolução hídrica e lipídica, que ajudam manter os cabelos brilhosos e seguir com a escolha, porque o grisalho é visto como moderno e não mais sinônimo de velhice”, ressalta Thalita Carlesso.

You might also like More from author

Comments are closed.