Canteiro de obras da Unidade 2 do Hospital do Câncer dá exemplo no combate à Dengue

78

 

sindO ambiente merece atenção especial e limpeza é feita diariamente

A predominância clima quente e úmido traz chuva e faz com que uma grande quantidade de insetos apareça. E é nessa época que o acúmulo de água parada – principal criadouro para as larvas do Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus cresce No canteiro de obras da Unidade 2 do Hospital do Câncer o mosquito da dengue não tem vez.  “Todos os dias a primeira coisa que faço é reunir todos que trabalham na obra e ter o que chamamos de Diálogo Diário de Segurança, destinado para despertar no colaborador a conscientização envolvendo suas atividades diárias, que diz respeito a sua segurança, do meio ambiente e saúde”, disse a engenheira civil Elcivone Maria de Lima Barbosa, responsável pela obra.

Os operários que trabalham na construção são responsáveis pela limpeza geral do canteiro. “Os riscos são identificados e depois é feita uma varredura no canteiro. As lonas são esticadas para evitar as poças, copos descartáveis e sacos plásticos recolhidos, não deixamos baldes e latas expostos à chuva. Sabemos da importância de tomarmos cuidado com os criadouros e a nossa responsabilidade frente à saúde não apenas de nossos colaboradores, mas da população como um todo”, enfatiza.

Unidade 2

O complexo conhecido como a Unidade 2, ocupará uma área de 9.543m², localizada no terreno cedido pela prefeitura no bairro Alto Umuarama, e contará com cinco prédios: o Centro de Cuidados Paliativos Oncológicos, o Centro de Pesquisa e Diagnóstico, uma estrutura dedicada para ações do Núcleo de Voluntários, a construção da sede administrativa do Grupo Luta Pela Vida e um quinto prédio reservado para projetos futuros.

A construção de todo complexo será feita em etapas. A primeira delas e que já está em execução é a construção do Centro de Cuidados Paliativos Oncológicos, espaço projetado especialmente para atender os pacientes que não têm mais chances de cura, mas que precisam de cuidados especiais.

You might also like More from author

Comments are closed.