CDL Aprendiz tem 400 jovens efetivados

2

 

aprendizFundação CDL conta com 235 jovens no programa de aprendizagem divididos em sete turmas e tem outros 200 aguardando uma oportunidade para participar

O Programa Jovem Aprendiz é mais que uma forma de ajudar os jovens a se ingressar no mercado de trabalho e cumprir uma lei. É um processo de educação e de transformação e convivência social. E enquanto os jovens têm a oportunidade de conseguir o primeiro emprego com mais facilidade, as empresas podem moldar esse aprendiz de acordo com o perfil necessário para o cargo e os valores da organização. De acordo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), nos primeiros seis meses deste ano, 205 mil aprendizes foram contratados no país.

Em Uberlândia, diversas empresas possuem o Programa de aprendizagem.  Pela Fundação CDL, desde o princípio, já participaram do Programa mais de 950 jovens, destes 400 foram efetivados. A demanda de jovens em busca do primeiro emprego é grande. Atualmente, a Fundação CDL conta com 235 jovens no programa de aprendizagem divididos em sete turmas e tem outros 200 aguardando uma oportunidade para participar. “A próxima turma começará o curso no dia 11 de novembro. O tempo de duração do curso é o mesmo do contrato de trabalho. Os jovens fazem o curso uma vez por semana e os outros dias trabalham nas empresas. Esse processo dura 1 ano e 4 meses”, explica a coordenadora da Fundação CDL Uberlândia, Bânia Vieira Poli.

A Fundação CDL Uberlândia conta com o Programa CDL Aprendiz há sete anos e tem contribuído para que empresas e jovens se beneficiem. No início, apenas 17 empresas eram parceiras da entidade lojista, atualmente 95 contratam jovens por meio do Programa CDL Aprendiz, oferecido pela Fundação CDL.

O papel da Fundação CDL é oferecer oportunidades de trabalho e capacitação para adolescentes entre 15 e 18 anos de idade e apoiar o empresário no cumprimento da Lei do Aprendiz.

Após o cadastro, os candidatos são convocados para o processo seletivo na sede da Fundação CDL. Na primeira etapa, os candidatos são avaliados por meio de provas de conhecimentos básicos de português e matemática, além de questões de raciocínio lógico. Vale ressaltar que, a vaga de aprendiz é definida em uma última entrevista nas empresas parceiras.

A entidade realiza a inscrição dos candidatos, faz a seleção e o encaminhamento dos jovens para a empresa, administração programa de aprendizagem, oferece suporte às empresas, acompanhamento pedagógico e psicossocial, acompanhamento das atividades práticas dos jovens aprendizes para que estes sejam cidadãos responsáveis e conscientes.

Bânia Poli disse que além de estar em dia com a legislação e cumprir com o papel social, outra vantagem de contratar o jovem aprendiz é a retenção desses talentos.

As empresas que tiverem interesse em contratar jovens aprendizes podem entrar em contato pelos telefones (34) 3239-3449 e 3239-3491. Mais informações no site da CDL Uberlândia – www.cdludi.org.br.

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.