CDL Uberlândia promove workshop sobre o Selo Empresa Cidadã

59

 

Empresas e ONGs inscritas ou não no Selo podem participar do workshop gratuito

No dia 13 de junho, a CDL de Uberlândia vai realizar o Workshop Selo Empresa Cidadã. A palestra acontece das 8h, na sala executiva do 4º piso da CDL. Ação tem como objetivo orientar empresas privadas e do terceiro setor em relação aos requisitos exigidos para participar do projeto que tem as inscrições abertas até o dia 25 de junho pelo site www.empresacidada.cdludi.org.br. Empresas e ONGs inscritas ou interessadas no Selo podem participar do workshop.

Quem ministra a palestra é a economista e especialista em gestão urbana e sustentabilidade, Simone Siquieroli, que também faz parte da comissão julgadora do Selo. “Vou expor os requisitos necessários para se conseguir o reconhecimento desse Selo. Alguns têm dificuldades de colocar no papel o projeto que já é realizado. Então, queremos orientar e auxiliar nisso, no preenchimento”, enfatiza Simone.

De acordo com ela, o workshop é também motivacional para empresas e ONGs participarem e receberem o Selo. “Esse Selo tem mudado a cidade. A CDL está conseguindo mobilizar, inspirar e mostrar para a sociedade a importância de se envolver com as questões sociais e ambientais. Que é possível crescer economicamente de forma sustentável. Quanto mais conseguirmos impactar e inspirar novas empresas a pensar na questão social ambiental, mais vamos alcançar nosso objetivo”, destaca.

A confirmação de presença deve ser feita pelos telefones: 3239-3415 e 3239-3465

Sobre o Selo

O Selo é concedido a cada dois anos e está em sua 12ª edição. Concorrem ao prêmio projetos sociais com cunho em áreas como qualidade de vida, equidade e desenvolvimento humano da comunidade, assim como da preservação do meio ambiente, em três categorias: Empresa Cidadã, Excelência Cidadã e Cidadão Benemérito.

O período de avaliação dos projetos participantes será de 26 de junho a 26 de agosto e os vencedores receberão o reconhecimento em evento social no dia 31 de outubro. Na edição anterior, em 2015, foram premiados 15 empresas e instituições e 7 cidadãos beneméritos.

Empesas ou instituições do terceiro setor poderão inscrever mais de um projeto desde que preencham um roteiro para cada iniciativa e atenda aos requisitos básicos, que estão descritos no site do Selo. Todas as empresas concorrerão ao Selo Empresa Cidadã e as entidades do terceiro Setor ao Selo Excelência Cidadã.

Requisitos

Para concorrer aos Selos, devem estar cumprindo com as obrigações fiscais e em conformidade com a legislação vigente. E atender aos requisitos que constam no Decreto que instituiu o projeto, um deles é não empregar mão de obra infantil, nem comprar produtos ou serviços de empresas que o façam. Outro aspecto importante é a continuidade dos projetos, assim, a empresa ou instituição precisa estar desenvolvendo o projeto há pelo menos um ano.

Durante o processo de avaliação será levado em conta o objetivo do projeto, tendo como indicador a relevância social e a prioridade para a comunidade. Estratégias de originalidade da iniciativa e potencial de evolução do projeto, bem como execução e resultados benéficos para a comunidade também serão avaliados. Para a classificação das concorrentes ainda serão levados em conta a defesa dos direitos humanos e sociais, do trabalho, da vida e da cidadania.

Sobre o projeto Empresa Cidadã

O Projeto Empresa Cidadã visa fomentar ações e projetos sociais, incentivando e capacitando as empresas para que elas possam solucionar problemáticas sociais no município de Uberlândia e contribuir para um mundo mais sustentável.

Em 2007, o projeto Selo Empresa Cidadã ampliou as oportunidades para que instituições do 3º setor e pessoas físicas também pudessem participar. O Selo Excelência Cidadã é um estímulo ao Investimento Social Público das instituições do Terceiro Setor do município e visa reconhecer os esforços da instituição na busca de um novo patamar de civilidade pautado na qualidade de vida, equidade e desenvolvimento humano da comunidade, assim como da preservação do meio ambiente.

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.