Chamonix – No coração da Europa, aos pés do Montblanc. 

261

Chamonix, aos pés do Mont Blanc – a maior montanha da Europa – é um dos lugares mais fascinantes do mundo, seja pela sua natureza, quando cada ponto é motivo de fotografia e comentários; seja por sua história e importância no montanhismo, nos esportes de neve e no turismo; pelo charme e beleza da cidade…
Ou pelo seu centro de ski, que atrai esquiadores e snowboarders de todo o planeta, em busca de sua enorme quantidade de pistas para todos os níveis.

A região abriga a fronteira de 3 países, França, Itália e Suíça, e isso a faz próxima de grandes cidades e seus aeroportos…em outras palavras, é muito fácil chegar em Chamonix quando você vem do Brasil: escolha Genéve, Lyon ou Turin como porta de entrada, e você sempre estará muito perto da cidade.

E este é, com toda a certeza, um lugar lindo e charmoso – você está em um museu a céu aberto, cada olhar enxerga um quadro…
Chamonix está a 88 km de Genève / Suíça; a 220 km de Lyon / França e a 171 km de Turin / Itália, três cidades que oferecem aeroportos grandes e servidos por voos regulares e frequentes.
– os 3 aeroportos oferecem serviços regulares de transporte a Chamonix, através de ônibus, vans e táxis.

– para quem vem com o TGV de Paris, são cinco horas de viagem até St Gervais – a cidade acesso mais próxima , a cerca de 30 minutos de transfer até o village em Chamonix.
Você está no coração da Europa, ao pé do Montblanc!

Está na França – mas pode chegar , esquiando, na Suíça ou na Itália; caminhará ao lado de prédios com centenas de anos, cuja parte de baixo mostra uma boutique com a decoração mais up-to-date possível no meio de ruelas em que trafegam ferraris, aston-martins e lamborghinis, entre gente colorida que vai e vem para a estação da Gôndola.

Encontrará museus, galerias de arte, centenas de restaurantes e bistrôs, boutiques, lojas de artesanato; spas e academias de ginástica.
Fique tranquilo, em Chamonix você poderá encontrar todo o tipo de comida, para todos os bolsos, incluindo restaurantes estrelados nos guias de culinária, cozinha mediterrânea, fusion, japonesa/ indiana/ tailandesa/ mexicana/ peruana, vegana… tem de tudo, até a velha e deliciosa cozinha francesa, imagine!

Assim, seja nas confeitarias de montanha ou nas centenas de restaurantes, casas de chá, padarias, bistrôs da região, você encontrará cafés da manhã, almoços e jantares absolutamente deliciosos, tomara que sobre tempo para esquiar.

 # Utilidade Pública
 Todos os restaurantes de Chamonix tem a temperatura ambiente em torno dos 22ºC .Assim, quando for fazer a produção para aquele jantar maravilhoso, lembre que a roupa adequada para estar, digamos, “dentro do restaurante”, seria mais ou menos aquela que você usaria em Manaus = Não asse junto com a comida.
Já do lado de fora do restaurante sim, é um frio danado, com calçadas escorregadias e ventos que aparecem do nada.

Assim, objetivamente, se for caminhar até o restaurante, não passe de três quadras; quatro quadras, caminhando na noite, já é coisa para profissionais; cinco quadras, já deixo avisado: a coisa é séria, vai congelar o fígado, dedos e nariz.
























Fonte: REVISTA VIAGEM E TURISMO — AGOSTO DE 2014 —

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.