Comida di Buteco entra na reta final em Uberlândia

66

São 19 bares participantes e a população pode apreciar os pratos elaborados para esse concurso e votar até o dia 5 de maio

O maior concurso de cozinha de raiz ‘Comida Di Buteco’ entra na reta final e encerra neste domingo (5). A Saideira, encontro que reúne os donos dos bares concorrentes e suas famílias, parceiros e patrocinadores e imprensa para a divulgação dos vencedores, será realizada em meados de maio.

Para quem ainda não visitou nenhum boteco participante, ainda dá tempo. São 19 bares com receitas variadas de dar água na boca.  Além de experimentar os petiscos que estão na disputa, os clientes podem ajudar a escolher o vencedor. Cada estabelecimento possui uma urna onde os clientes depositam uma cédula com seu voto de avaliação.

Os quesitos avaliados são: tira-gosto, atendimento, higiene e temperatura da bebida. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

E os botequeiros estão pra lá de animados com a disputa. O Bar do Betão, na área Central da cidade, por exemplo, apostou no Porcolino, receita que leva carré suíno grelhado na manteiga, servido com puré de batata salsa e bacon empanado na farinha panko. Acompanha molhos de tamarindo e barbecue. Betão afirma que além do incentivo de criar novos pratos, todo o ano o Comida de Buteco traz um incremento em sua receita financeira. “Crescemos o movimento em mais de 30 % e vem cliente novo só para experimentar o prato e sempre volta. A receita tá fazendo sucesso”.

Em outros locais da cidade, o movimento também está indo de vento em popa. No Mussa Petisqueira, no bairro Tubalina, as receitas elaboradas ao longo dos concursos fazem parte do cardápio, como Quibe Assado, que ganhou o concurso na edição de 2016. Esse ano, ele o prato batizado de Trem Bão Uai, é um lombo de porco empanado recheado com queijo minas acompanhado com mandioca frita e molho de açúcar mascavo. Wellington Mussa, do Mussa Petisqueira, também percebe o crescimento no movimento. “Nós triplicamos o movimento. E o público tem gostado muito da receita. Para nós o que vale é participar e divulgar o bar. Esperamos ficar entre os três colocados”, afirma.

 

Um dos estreantes no evento, o Bar Recanto da Cevada, trouxe para a competição a versão aprimorada do Bolinho de Feijoada. “A massa é feita de feijoada, recheado com pernil desfiado, queijo meia cura e molhinho de laranja para dar aquela incrementada. Estamos apostando no sabor, aliado aos outros quesitos para estarmos a altura do Comida di Buteco”, enfatiza o proprietário do Recanto da Cevada, João Paulo Carvalho Serra Carneiro.

 

No Bar Baroa, o escondidinho é um ‘Safadinho’ de gostoso. “Leva ragu de linguiça, que refogamos com o recheado da linguiça, com alho poro e cenoura, com muçarela, massa de batata baroa, queijo minas. A decoração é com cheiro verde, castanha e pimenta biquinho. O prato atende duas pessoas. Estamos animados e confiantes”, conta o dono do Baroa, Thiago Ferreira Rodrigues.

 

O vencedor local concorre a uma etapa no evento nacional, disputando assim ao título de melhor “buteco” do Brasil. O campeão nacional será revelado em julho.

 

Em 20 anos de Comida di Buteco participaram do concurso em todo o Brasil, 5.163  mil butecos de 21 cidades de Norte a Sul. Foram totalizados nesse período 4.868 milhões de votos, vendidos 3.534 milhões de petiscos e gerados 41.796 mil empregos.

 

You might also like More from author

Comments are closed.