Copa do Mundo aquece as vendas nos supermercados

42

Rede Bretas espera aumento nas vendas de carnes e bebidas

Com a Copa do Mundo, os brasileiros vão gastar mais com alimentos, restaurantes, eletroeletrônicos, roupas, acessórios, serviços de TV e internet. É o que mostra uma pesquisa realizada pela SPC Brasil e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas. O estudo ainda revela que deve haver uma injeção de R$ 20,3 bilhões na economia nos próximos 30 dias por causa dos jogos. O Bretas aposta ainda na criatividade durante o Mundial.

Quem vai ao supermercado pode observar que a decoração em verde e amarelo toma conta até das bancas de itens alimentícios. Para incentivar ainda mais o cliente na torcida pelo hexa, os colaboradores em Minas Gerais brincaram com as cores transformando frutas e outros produtos em arte. Com limão taiti, limão siciliano, ovos de galinha brancos e bexigas azuis  eles reproduziram a bandeira do Brasil, a fim de simbolizar não apenas o amor pelo país, mas para mostrar que a culinária brasileira tem a sua riqueza na imensa variedade de cores e sabores de alimentos. Veja imagem acima.

E os supermercados são os locais de compras preferidos por 68% dos consumidores ouvidos pela pesquisa. O levantamento também revela que o lugar preferido dos torcedores para assistir aos jogos é a própria casa (81%), seguido da casa de amigos e parentes (44%) e bares e restaurantes (22%).

Jogos combinam com churrasco em casa com os amigos e a família.  Com esta expectativa positiva, a rede Bretas espera crescer 15% nas vendas de carnes durante o período dos jogos na Rússia.  As carnes bovinas são as que têm a melhor saída, representam 48% das vendas, seguido das aves (32%) e dos cortes suínos (20%).

As carnes bovinas mais comercializadas são cupim, contrafilé, alcatra, picanha fatiada, fraldinha, picanha inteira, maminha, costela e capa de filé. Além disso, os complementos como pão de alho e linguiças variadas merecem destaque.  Já os cortes de frango mais vendidos são: asa, meio da asa, coxinha da asa, coração de frango. O mineiro tem preferência pelo contra file, alcatra com maminha, capa de file, coxão duro e fraldinha.

Bebidas

E para acompanhar a carne assada, nada melhor que uma cerveja gelada para comemorar os gols. A expectativa da rede Bretas é vender 20% a mais que junho de 2017. O maior crescimento é nas cervejas em lata (80%) e 10% de aumento nas long necks e nas garrafas. Em cada região do país, o torcedor tem uma preferência por marca. Em Minas Gerais, as escolhidas pelo consumidor são Brahma e Skol.

As cervejas especiais também conquistaram espaço no paladar do torcedor. Para estes dias de Copa do Mundo, é esperado a elevação de 40% nas vendas em comparação com junho do ano passado. A marca Colorado é a mais procurada.

Para quem gosta de bebidas mais fortes os destilados também são uma opção. Espera-se um acréscimo de 15% em comparação a junho do ano passado. O destaque são as vodcas, com expectativa de crescimento de 60% e dos uísques de 40%.

Com a chegada do inverno, nesta quinta-feira (21), os dias mais frios pede um bom vinho. O Bretas espera um aumento de 48% na comercialização dos produtos em comparação com este mês de 2017. A rede também espera um avanço de 25% nas vendas de energéticos.

 

 

You might also like More from author

Comments are closed.