Em Sociedade 

80

De tempo somos 

Eu não estive aqui nessas páginas ao longo das últimas sete décadas, mas sei que, cada qual a seu modo e em seu tempo, contribuiu com o colunismo social para Uberlândia. Nos últimos seis anos, descobri o que isso significa e fiquei imaginando essa roda do tempo e de como foi em cada época.
Em nome de tudo isso e dessa experiência fascinante, dedico essa, a minha última coluna do ano e dessa história linda que foi o CORREIO de Uberlândia em seus vários momentos, aos amigos que mais contribuíram para a existência dela.
Me considero privilegiada por fazer parte dessa história e pela grande responsabilidade que é encerrá-la à altura de seu merecimento.
Obrigada a todos , por tudo ! 

Marcelo Prado Ele é o culpado de tudo. Pessoa ímpar, exemplo de superações, ícone da gestão empresarial, intuição aguçada que enxergou na minha pessoa a possibilidade de fazer uma coluna social diferenciada. Marcelo Prado, consultor e gestor de altíssima competência, que me indicou à Algar para assumir esse desafio (Foto: Divulgação)

Carlos Guimarães Coelho Melhor como jornalista ou como produtor cultural? Em ambas as funções, Carlos Guimarães Coelho só demonstra talento e sensibilidade. Obrigada por ter me incentivado a aceitar o convite e por ter me “salvado” tantas vezes com notícias fresquinhas, além de abrilhantar a coluna sempre com seus eventos de nível espetacular. Pessoa que faz a diferença nessa cidade. (Foto: Celso Ribeiro)

Analú Guimarães Amiga querida, Analu Guimarães foi um presente que veio junto com o meu tempo no CORREIO. Tornou-se mais que amiga, alguém da família. Assessora de imprensa de grande respeitabilidade, acabou sendo uma grande parceria nos eventos. E companhia de grande valor. Obrigada, Flor! (Foto: Divulgação)

Beto Oliveira Com seu jeito quase moleque de ser brincalhão, o fotógrafo Beto Oliveira demonstrou com responsabilidade o quanto é sensível para a imagem e me trouxe novas referências para esse universo. Obrigado a esse amigo pelo empenho e companheirismo e por ser sempre tão talentoso. (Foto: Divulgação)

Cezar Honório Teixeira Ele me deu o voto de confiança. O coordenador de Conteúdo, Cezar Honório, tirou do ambiente do lar uma pessoa dedicada à vida doméstica, às plantas e às rodas sociais e provou que era possível transformá-la em uma colunista social. Agradeço o convite, os elogios, as broncas e, acima de tudo, o respeito que sempre existiu. (Foto: Celso Ribeiro)

Adreana Oliveira Editora querida, criativa, solidária, companheira, que bom ter seus ensinamentos. Adreana Oliveira foi amiga sempre e me orientou entre os erros e acertos a seguir sempre o melhor caminho. Obrigada pelo carinho, paciência e dedicação. Seis anos de alegrias compartilhadas. (Foto: Cleiton Borges)

Jadir Júnior Foi pouco tempo de compartilhamento com a alegria desse jovem jornalista. Veio preencher o espaço deixado pelo colunista Dannilo Camargos e surpreendeu com sua dedicação e desejo de sempre aprimorar-se e superar-se. Foi bom dividir esse espaço com Jadir Júnior. (Foto: Felipe Vianna)
Paulo Sampaio E, por fim, minha homenagem à pessoa que me encoraja à vida, me traz inspirações, me ensina o que é o amor e teve a paciência de aturar tantos compromissos, tantos imprevistos, tanta preocupação em querer sempre o melhor. Sem ele, Paulo Sampaio, o grande amor e razão de tudo, nada disso seria possível. Sem ele, não haveria nada. (Foto: Divulgação)

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.