Em Sociedade

435

Necessário

Semana de quarentena. O mundo girando agora em um ritmo que nenhum de nós provavelmente já imaginou. A rotina de estar entre amigos, em rodas sociais, em encontros festivos foi substituída pelo ISOLAMENTO. E essa é a palavra de ordem, é a NECESSIDADE do momento para que a gente chegue em uma nova ordem mundial. Algo de bom tiraremos de tudo isso. Sairemos todos da quarentena com uma nova visão de mundo. O rumo que ele estava tomando, de egoísmo, de materialismo e mais um monte de ismos ruins, não era o melhor caminho. Um vírus letal irá devolver ao planeta a dignidade, a solidariedade e a consciência de tudo que realmente importa nessa vida. Por isso, cada um deve fazer a sua parte. Respeite as orientações e permaneça em casa. Só assim poderemos evita o pior.

Solidários

Neste contexto difícil, é importante que a gente permaneça conectado aos nossos sonhos. E alimentando-os, ajudemos também outras pessoas. Se você tinha uma viagem marcada, não cancele-a, adie-a. Permaneça conectado(a) a essa esperança, a esse desejo. E assim estará colaborando para não prejudicar ainda mais o setor do Turismo. Se tinha um ingresso para show ou espetáculo, não devolva-o. Guarde-o para a nova data anunciada. Os promotores de eventos já contraíram despesas, já tiveram prejuízos com as medidas tomadas. Se vai fazer compras, em vez de ir no hipermercado, vá à mercearia e/ou ao sacolão perto da sua casa, prestigie os pequenos comerciantes que têm mais dificuldades de sobreviver a essa crise. É o momento de exercitarmos nossa solidariedade.

Passar o tempo

Sabe aquele livro abandonado na estante que você não achou tempo para ler? E aquele filme que o amigo indicou e você colocou na sua lista, mas ainda não assistiu? Agora pode ser o momento ideal. E as pessoas com as quais convive diariamente, mas quase nunca consegue amarrar uma conversa prolongada, agora as horas estão a seu favor, para conhecer mais delas e trocar ideias, opiniões e impressões sobre o mundo. Tem também os shows e espetáculos online que muita gente está disponibilizando nas redes. São muitos os artistas que estão transmitindo shows e espetáculos pelas redes. Não são férias essa quarentena, mas podem ser tão relaxantes e revigorantes como as melhores viagens de sua vida. E isso dentro de sua casa. É tempo de estar consigo mesmo. E com as pessoas que lhe são mais próximas. Com a mais absoluta certeza, isso te ensinará muitas coisas.

Amores

Não há qualidade maior no amor do que a renúncia. Não no sentido pejorativo, de renunciar a si mesmo, mas naquele de ter consciência que a maior prova de amor agora é o distanciamento. Os netos amados devem manter-se longe dos seus queridos avós. Os amigos mais afetuosos podem se conectar pelas redes, com vídeo-chamadas, dando notícias, cada um de sua quarentena. Como um amigo postou nas redes sociais: “quanto mais cedo nos distanciarmos, mais cedo nos abraceremos”. E como será delicioso o abraço do reencontro, de seres renovados pela experiência de conviverem um pouco mais consigo mesmos.

Casa limpa

Tudo o que sai de uma casa, vai às ruas e a ela retorna, deve ser lavado e/ou higienizado. Tudo o que vem da rua, seja de supermercados, restaurantes, etc., deve ser antes verificado e também higienizado. Nesse momento, todo cuidado é pouco. Saiu de casa por necessidade absoluta? Assim que chegar, troque suas roupas e coloque para lavar as que estava usando. Ah, preferencialmente, faça como é hábito em alguns países: deixe os calçados na porta de entrada e use outros quando entrar em casa.

Economia

Muita gente será extremamente prejudicada nesse momento, com as finanças comprometidas. Mas, não é hora de pensar em dinheiro. Ele não servirá para nada se a vida acabar. Pela primeira vez no planeta, a prioridade não é a economia e todos enxergam primeiro a saúde coletiva. É raro um momento como este, em que a maioria deixa os interesse financeiros e/ou políticos e pensa primeiro na coletividade. Infelizmente, ainda há os de “miolo mole”, que insistem no contrário. Mas a grande maioria no mundo está buscando essa nobreza de se inserir no pensamento coletivo e pensar na humanidade, nas humanidades que precisamos resgatar. Dinheiro? A gente de reinventa depois! O mais importante é que a vida prevaleça e a raça humana saia vitoriosa e mais forte dessa guerra invisível.

Comércio

Está tudo fechado! Shoppings estarão fechados a partir de hoje. Somente os serviços essenciais permanecerão na ativa. Não adianta ficar buscando uma vida social no mundo lá fora. O mundo, no sentido social, deve ficar lá fora. E para dentro de sua casa, você pode trazer um mundo de informações, um mundo de entretenimento, um mundo de afetos. Somos privilegiados por vivermos em um tempo quando não existem fronteiras, quando todos nós podemos estar em rede, mesmo isolados dentro de casa.

Cortesias

São muitas as empresas que, como forma de ajudar no enfretamento do vírus, estão “devolvendo” para os clientes parte de seus lucros. A Start vai doar 60 mil litros de álcool gel para instituições sociais, operadoras de TV estão disponibilizando mais canais sem custo adicional, a Algar Telecom aumentou gratuitamente a conectividade de seus clientes de internet em fibra Algar com velocidade menor que 100Mb, com um upgrade de velocidade, além de liberar mais canais para os clientes com TV Algar. E assim outras empresas têm se mostrado conscientes e solidárias nesse momento difícil para todos.

Adiamentos

Entre os eventos adiados em Uberlândia estão o espetáculo Rota, da mundialmente conhecida Cia de Dança Deborah Colker, que aconteceria nesse fim de semana e agora será, a priori, dias 15 e 16 de agosto, e o festival Comida di Buteco, que aconteceria em abril e foi adiado para julho.

Tô dentro

A rede de solidariedade que se instala nesse momento difícil. Soube de condomínios onde as pessoas estão coletando doações para pessoas em situação de risco e ainda se dispondo a fazer comprar para as pessoas idosas, de modo que elas não se exponham ao contágio em filas de supermercados, entre outras ações acontecendo na cidade. Nos momentos de crise, há pessoas realmente muito generosas, boa parte delas agindo de forma anônima.

Tô fora

Tem gente achando que há muito alarde em torno disso e anda saindo, frequentando bares, etc., etc., fechando os olhos e tapando os ouvidos para tantos vídeos e áudios mostrando a gravidade da situação. Sabe o que penso dessas pessoas? São irresponsáveis.

Pimenta refresco

Você é egoísta ao ponto de pensar que está em uma redoma e essa “marolinha” não pode te atingir? Você é mal informado ao ponto de achar que é só uma “marolinha” e que logo logo as coisas voltam ao normal? Pois saiba você que há pessoas morrendo, no mundo inteiro. E no Brasil não será diferente. Com atitudes sensatas, colocadas em tempo, a gente conseguiria prevenir o pior. Agora, já é um pouco tarde e a situação tende a piorar. Dispa-se do seu egoísmo e assuma o gesto responsável do isolamento. Não reclame depois se alguém da sua família adoecer, se algum membro dela for a óbito. Em quem você colocará a culpa? Sim, claro, pois essas pessoas que se acham em uma redoma, geralmente não assumem suas atitudes inconsequentes. O mundo que você conhece não existe nesse momento. Agora, ninguém é melhor que ninguém e não há pessoas inatingíveis. Desça de sua arrogância e pense que não está sozinho no mundo. Você pode não se importar em contrair o vírus, mas a maioria não o deseja. E há muita gente vulnerável, até mesmo no seu ciclo de relacionamentos ou em sua família. Então, pare de pensar em si mesmo e pense no coletivo. Simples assim!

You might also like More from author

Comments are closed.