Em Sociedade

335

Solidários

Ações em prol do bem estar coletivo nesses tempos de pandemia estão pipocando na internet. Isso é muito bacana. Revela que a civilização não está tão perdida quanto imaginávamos e ainda há muita gente que se voluntaria para produzir o bem não pra si mesmo, mas para a sociedade, de um modo geral, sobretudo aqueles mais necessitados. Parabéns a estes voluntários.

Juntos por Uberlândia

Vale destacar aqui a ação deum grupo que já arrecadou um grande recurso a ser empregado nos setores mais vulneráveis da sociedade e, entre eles, e principalmente as frentes de saúde. O movimento Juntos por Uberlândia tem obtidos excelentes resultados em suas campanhas e ações e já beneficiou várias instituições de saúde e famílias carentes, seja com equipamentos de proteção ou cestas básicas. No montante arrecadado pela movimento estão doações de várias empresas da cidade, entre elas a minha amiga Rizia Gomide, da Twenty Four Seven, que fez ação em sua loja, revertendo parte das vendas para a causa. Além do expressivo recurso em espécie, houve também a doação de máscaras. Que outros empresários sigam o exemplo.

Cultura Viva

Um grupo de artistas e agentes culturais, de todas as linguagens artísticas, criou na cidade o movimento Cultura Viva, com o propósito de apoiar o setor cultural nestes tempos de pandemia. A cultura, o setor de eventos de um modo geral, junto com o Turismo, foi extremamente impactada por esse momento. Os eventos foram os primeiros a parar e, com certeza, serão os últimos a voltar. O grupo, que já conseguir centenas de cestas básicas para artistas e técnicos em dificuldades e também está captando doações a serem transformadas em cachês para os artistas, se propõe a apontar e viabilizar caminhos para os tempos atuais e também o período pós-pandemia. Informe-se nas redes de Instagram e Facebook Cultura Luta e também pelo e-mail culturaluta@gmail.com.

Clube da Esquina

Um dos melhores intérpretes da cidade, Edson Denizard, realiza live hoje, às 20h, em seus canais de You Tube, Instagram e Facebook. O show apresentado será o Clube da Esquina. Não tem erro, né? Uma bela voz e intérprete sensível, com este repertório elegante de música mineira. Com certeza assistirei, acompanhada do Bonitinho e de um bom vinho. Fica a dica!

Seminário

A presidente do Brain, Instituto de Ciência e Tecnologia fundado pela Algar Telecom, Zaima Milazzo, participará no dia 20 de maio do seminário #JuntosPelasEmpresasdeMinas, promovido pelo Diário do Comércio. A iniciativa visa fomentar conhecimento especializado, inspirar e construir pontes entre empresários mineiros e do Brasil, instituições relevantes em Minas Gerais e o setor público. O evento é totalmente online e gratuito e será realizado nos dias 19 e 20 de maio no Youtube do Diário do Comércio. O bate-papo com a presidente será na quarta-feira (20), às10h. Zaima vai integrar o painel “Novos modelos de negócios em tempos de mudanças”.

Casa do Fogo

Doce delícia

O charmoso Morada da Colina ganhou mais um reforço para o circuito gastronômico do bairro: a nova Casa do Fogo Steak House, da querida Mariele Vilela e do marido Mário Resende . No momento funcionando com todas as recomendações das autoridades em saúde pública, o restaurante também está atendendo por Delivery. A nova sede fica na avenida Francisco Galassi, 790.

Quem também está de casa nova – e que delícia de lugar, em todos os sentidos – é o ateliê de bolos e doces Barbara Farina. Suas guloseimas estão agora abrigadas em espaço aconchegante no bairro Fundinho, na rua Vigário Dantas, 56 A empresa também atende por delivery.

Diversidade
Diga não ao preconceito. Hoje é o Dia Internacional contra a Homofobia. Liberte-se de suas limitações e pense que “qualquer maneira de amor vale amar”. No mundo cabem todos os tipos de afeto e nada há que justifique alguém dizer o que é certo e o que é errado. São convenções que nos impedem de olhar o mundo além de nós mesmos. Não se sinta superior por se julgar “normal” e considerar, em uma limitadíssima opinião, que o outro não seja. Viva a diversidade!

Tô dentro

Empresários que têm tido consciência nesse momento difícil e, mesmo com gigantes dificuldades, não expõem seus funcionários ao risco da pandemia e evita demissões em função dela. Parabéns a estes que estão dispostos a sacrificarem-se um pouco pelo bem coletivo.

Tô fora

É desagradável e desconfortante quando clientes são quase coagidos a prestar depoimento sobre os produtos ou serviços que consumiu. Quando a pessoa fica satisfeita com o produto, é quase automático ela remendá-lo a outras pessoas. Não precisa da interferência de quem quer que seja para que isso aconteça.

Pimenta refresco

Mesmo em tempos de pandemia, quando a maioria das pessoas está tendo de reinventar-se, ainda há aqueles que trabalham e vivem sem ética. Ideias roubadas em tempos normais virou uma praxe. Mas, em tempos calamitosos como este, já é falha de caráter. Mas, é essa a real: quem não tem criatividade copia. Triste de quem vive assim, pois está fadado a ser sempre uma cópia mal feita de uma ideia original. E aquele que foi copiado, cria um outro algo. Embora lesado em seu processo criativo, desbrava outros caminhos, com mais dificuldade sob a ameaça dos que se apropriam das ideias alheias, com menos recursos, pois foram extorquidos por aqueles que fizeram a apropriação indébita, mas segue adiante com a consciência tranquila. Ao que copia, sobra a ilusão de que fez algo bom, sem perceber que perdeu a essência do que propunha o original – sim, pois a cópia, sendo cópia, vem sempre desprovida dos conteúdos essenciais propostos inicialmente. Aos que copiam, fica então o recado: está chegando ao fim a era das cópias, da falta de originalidade, das futilidades, dos julgamentos pelas aparências, das fofocas maldosas e inconsequentes, das “fake news” e dos oportunismos. Quem quiser sobreviver aos novos tempos, deve saber que só se estabelece quem tem competência. E essa competência, deverá vir, obrigatoriamente, pela ética e responsabilidade. Se você for daqueles que copiam, sugiro buscar em si mesmo algo que seja original e trabalhar em cima disso. Antes que você mesma seja na vida apenas uma cópia mal feita do que poderia ter sido. O tempo urge!

You might also like More from author

Comments are closed.