Em Sociedade

358

Arte na veia

Foi incrível a live MOVA Uberlândia, na última quinta, reunindo em três horas artistas locais e outros de projeção nacional com o espírito de valorizar a arte sem ferir a dignidade do artista. Foram momentos intensos de música, dança, teatro e artes visuais. Parabéns à iniciativa do querido amigo Carlos Guimarães Coelho, em contribuição ao movimento Cultura Luta, com Trupe de Truões, Grupo Strondum, Grupontapé, Associação de Teatro de Uberlândia e artistas visuais como Ropre, Jimmy Rus, entre outros, causa abraçada também por pessoas físicas e jurídicas e instituições como Instituto Algar, Instituto Alair Martins, Instituto Alexa, Brasal Incorporações, Colégio Nacional, restaurantes Karaíba e Terra Brasilis, Alessandra Caixeta Martins, Eliane Garcia Melgaço, Linda Mar Peixoto, entre outros. A luta do movimento prossegue por mais um tempo, até a necessária captação de recursos suficientes para um edital de socorro à classe artística de Uberlândia. As obras de arte continuam disponíveis para compra na página do Facebook Galeria Virtual Cultura Luta. Contribuam!

Crimes virtuais

Enquanto uns se preocupam em solidarizarem-se às causas mais nobres, outros agem na bandidagem de crimes virtuais, sequestrando contas e pedindo resgates, como tem acontecido com tanta gente de nossa sociedade. Isso aconteceu recentemente com o jornalista Hugueney Bisneto, o arquiteto Alessandro Rende e a blogueira Daniele Oliveira. Todos, entre outros, tiveram haqueadas suas contas virtuais no Instagram. HB recebeu pedido financeiro para ter a conta de volta, mas não cedeu à chantagem e conseguiu, por outros meios, recuperá-la e aos seus seguidores. Já Dani recuperou a conta sem os seguidores e agora reinicia a maratona para reconquistá-los. Vamos apoiá-la e recuperarmos o sucesso do Cozinha Travessa.

Escritores

Ontem, 25 de julho, foi o Dia do Escritor, esse nobre ofício de criar símbolos e metáforas para transpor a realidade para as palavras. Deixo aqui o meu afetuoso abraço àqueles amigos que têm esse dom da escrita, alguns inclusive que me ajudam nessa prestação de serviços do colunismo social. Gratidão pela criatividade destes e de todos aqueles que nos proporcionam entretenimento, cultura e reflexões por meio de suas obras.

Conhecimento

A Algar está promovendo um evento on line e gratuito, o Algar Talks. Basta clicar no link https://vrlps.co/4Np650W/cp e se inscrever para palestras com vários especialistas, como Ricardo Amorim, entre outros.

Alfinetada

É um pouco frio imaginar a humanidade como exclusivamente jurídica. Alguns, às vezes, parecem esquecer que o mundo é mais do que CNPJ. Existe a pessoa física, enquanto profissional autônomo e, antes disso, cidadão e ser humano.

Mania nacional

Uma tendência que já está acontecendo há algum tempo em algumas cidades do Brasil, chegará em breve a Uberlândia. Alvo de elogios e de críticas, os eventos “drive in” já começam a serem anunciados por aqui. E são muitíssimo bem vindos para os que têm saudades de momentos em cinemas, shows e teatros. Sai na frente neste formato o Center Shopping, que já anuncia o primeiro Cine Drive In da cidade. Será no estacionamento E4 do empreendimento. Parabéns e sucesso!

Juntos novamente

A atriz uberlandense radicada no Rio de Janeiro, Monique Franco Amaral, mesmo nestes tempos de pandemia, com todos os cuidados necessários, veio para Minas, juntar-se à família, assim com sua irmã, que vive em São Paulo, o que foi motivo de alegrias para todos os integrantes do clã, que puderam se unir e celebrar entre eles os aniversário de Monique e do patriarca. Parabéns a todos!

Felipe Vianna

O movimento planetário Vidas Negras Importam, felizmente, toma proporções gigantescas contra o preconceito racial e pela valorização da cultura negra. E várias celebridades aderiram à causa, como Bruno Gagliasso, Bruna Marquezine e vários outros, que abrem suas redes sociais na internet para esse tipo de visibilidade. Entre eles, o top Giovani Bianco, conhecido em nível mundial por trabalhar com personas como Madona, Rihana, entre outras. E, para nosso orgulho, foi destaque o fotógrafo e vídeomaker, saído de Uberlândia para o mundo, Felipe Vianna, meu querido amigo. Altamente merecedor!

Mundo transformável

Nem tudo está perdido e existe luz no fim do túnel. Criado em comemoração aos 18 anos do Instituto Algar, o movimento Ações que Transformam foi lançado em abril deste ano e tem como objetivo propagar as boas ações que acontecem em todo o Brasil, reunindo iniciativas que fazem o bem para a comunidade. Nessa semana o projeto alcançou o registro de 500 boas ações.

Julho Verde

A Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço marca amanhã, 27, o dia mundial pela prevenção e conscientização do câncer de cabeça e pescoço. Nessa perspectiva, este mês tornou-se o “Julho Verde”, pela prevenção e conscientização do câncer de cabeça e pescoço. A campanha tem por objetivo estimular a prevenção do câncer de boca, que é um dos alvos da doença.

Tô dentro

Afeto declarado de qualquer modo, sobretudo em tempos de distanciamento social. Seja por ações, gestos, olhares, palavras proferidas, escritas ou mensagens virtuais. Toda forma de afeto é bem vinda e traz alegria à vida.

Tô fora

Imediatismo na vida. As pessoas reclamam da crise financeira em decorrência da pandemia, mas ficam “empurrando” as coisas para o consumidor. Além disso, sem flexibilidade nas negociações, para fidelizar o cliente. Ou seja, agora que seria o momento de apurar o tino comercial e (re)conquistar o cliente com confortáveis relações de consumo, há pessoas que optam por “bater metas” e forçar vendas. Feio isso! Pronto, falei!

Pimenta refresco

Sem noção. Só assim é possível definir a intromissão, indelicadeza e equívoco das pessoas que ficam julgando os outros em tempos de pandemia. Existe muita gente que não aprende nunca e fica no seu complexo de superioridade achando que nada de ruim no mundo a atinge. Nem nesse estado calamitoso de ameaça do coronavírus, alguns descem do seu estado de arrogância. Tem gente que não somente pensa que está imune a ele, como desconsidera e despreza o fato de que há pessoas em situação de precariedade, sem condições decentes para enfrentar a situação. Em um país com tantas desigualdades sociais e num contexto como este, seria lindo que as pessoas mais privilegiadas descessem do tamanco e prestassem atenção, com acolhimento e generosidade, aos que têm poucas condições de enfrentamento da crise sanitária. Só que não! Fazem piadinhas de mau gosto e se julgam imunes a tudo que está acontecendo. Isso não só é chocante, como revela extrema pobreza de espírito. Folgo em saber que existem exceções, de pessoas privilegiadas, mas respeitosas e solidárias com os menos afortunados. Lamentavelmente, são exceções. E raras!

You might also like More from author

Comments are closed.