Em Sociedade

1.959

Talentos mirins

Crianças e adolescentes de 5 a 15 anos têm até às 18hs do dia 08 de março para se inscreverem no 1º Festival Talento Quianzala, um concurso musical para a descoberta de talentos precoces. Haverá premiações de R$1.000,00 para o 3º colocado, R$2.000,00 para a 2ª posição e R$3.000,00 para o 1º lugar. O candidato, pai ou responsável, deverá enviar um vídeo sem edição de até quatro minutos cantando ou tocando para o whatsApp (34) 9 9189-3451, a participação poderá ser individual ou em grupo.

Para pais e filhos

Nessa quinta-feira, 25, o grupo Emcantar apresenta sua versão musical da fábula de Esopo, A Cigarra e a Formiga. A apresentação é gratuita e será transmitida às 19 horas pelo canal do YouTube do grupo.

Negócios

Também na quinta, 25, às 16h, Marco Aurélio Chaves, do Centro de Inovação em Negócios Digitai, fundado pela Algar Telecom, participa do webinar “Métricas em Inovação: Ajustando a rota em movimento”. O painel é gratuito e as inscrições podem ser feitas no link: https://bit.ly/2YX2CDM.

Causa animal

A deliciosa revista semestral Almanaque Uberlândia de Ontem e Sempre abraço agora a causa animal. Doou centenas de exemplares para a Comissão de Proteção de Defesa e Direito dos Animais da OAB – seção Uberlândia e para a Acolhe Proteção Animal, com a vendas inteiramente revertidas para ações em prol dos bichinhos de nossa cidade. São dois diferentes Kits, cada um contendo cinco números da publicação, ao preço módico de R$50,00. Para adquirir os Kits comercializados pela OAB, basta entrar em contato com Elisângela pelos telefones 9.9680-6633 e 9.9976.2051. Os Kits da Acolhe Proteção Animal serão comercializados no Cajubá Country Clube.

Novos rumos

Célio Cardoso, depois de 36 anos à frente de alguns veículos de mídia regional, incluindo a conhecida revista Cult, fecha um ciclo e parte para novos rumos. Ela acaba de lançar um novo canal de negócios e comunicação: o Hub Conexões Empresariais. Desejo sucessos!

Descanso

A amiga Marília Lazzarini, após mais de três décadas como gerente bancária, acaba de se aposentar. Com uma trajetória marcada por reconhecimento dos clientes pelo empreendedorismo e dinâmica e por inúmeros prêmios recebidos, ela diz que irá descansar e dedicar-se exclusivamente à vida pessoal. O que, conhecendo a sua proatividade e inquietude profissional, eu duvido muito. Parabéns pela merecida aposentadoria e que venham sempre novos e melhores caminhos, com muita luz!

Isolamento

Nesse fim de semana entramos em fase acirrada de isolamento social, conforme anunciado na quinta-feira pelo prefeito da cidade. Que todos contribuam nessa luta contra o coronavírus, cada um fazendo a sua parte. A situação não é apensa caótica. Para muita gente, é desesperadora. O colapso da rede de saúde é coisa séria e não tem a ver só com a pandemia, compromete a saúde como um todo, a individual e a coletiva. Tomem os cuidados necessários. Respeito a sua vida e a vida das outras pessoas.

Tô Dentro

Gente que não se deixa contaminar por “fake News” e comportamentos oportunistas, que faz a sua própria leitura deste contexto perturbador que estamos vivendo e se mantém vivo e saudável com todas as medidas e cuidados necessários em meio à pandemia.

Tô Fora

Quem não assume suas responsabilidades. Não custa nada e não machuca dizer: “errei”, “me desculpe”, “não sabia”, etc., etc. Nestes tempos de egocentrismo, as pessoas se iludem muito com a imagem de perfeição para si mesmas.

Pimenta Refresco

Quanto mais eu vivo, mais causa espanto a dimensão que a hipocrisia humana pode alcançar. Nestes tempos confusos, por exemplo, muitos que bradaram contra a vacina chegam a fura fila para recebê-la. E também vi gente se esbaldando em baladas quando se pedia o isolamento social e agora recomendando às pessoas uma lista de cuidados para o enfrentamento ao coronavírus e suas variantes. Não que me surpreendam tais mudanças de comportamento, já que tais pessoas são muito previsíveis em sua superficialidade. O que questiono é a falta de personalidade mesmo. As pessoas agem hoje como se não houvesse um ontem. Não existe uma identidade de caráter em boa parte delas. Hoje ama o roxo e odeia o azul. Amanhã sempre amou o azul. Gosto das pessoas que se posicionam e só mudam seus posicionamentos como resultado de uma autocrítica e não por oba-oba de modismos e tendências de comportamento. Ou que os mantêm por acreditarem de verdade naquilo que defendem. A hipocrisia que reina faz com que as pessoas pulem de galho em galho apenas por que querem “vender” uma boa imagem de si próprias. Pior ainda é ser gente que critica os demais, vive apontando o dedo para o quintal do vizinho, por mais que a personalidade dele seja mais visível e consistente do que a sua. É isso, salvo raríssimas exceções, o ser humano é um grande espanto!

You might also like More from author

Comments are closed.