Extravio de documentos aumenta chances de golpes e fraudes

109

Em tempos de instabilidade econômica e uma taxa de desemprego significativa, a precaução contra fraudes deve ser redobrada, tanto pelos consumidores quanto também por parte das empresas. 

No caso de pessoas físicas, o uso indevido dos documentos pessoais como o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) por motivos como roubo, furto, extravios ou mesmo vazamento de dados na internet, pode resultar em ações criminosas como estelionato, transações financeiras indevidas e crimes diversos decorrentes de fraudes.

Já no caso das empresas, o alvo dos fraudadores e golpistas é o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), que utilizam os dados cadastrais da empresa e o CNPJ para tirar proveito do nome da organização, podendo gerar protestos, bloqueios, cancelamento de notas fiscais, perda de clientes e fornecedores.

Em caso de roubo ou perda de documentos, os fraudadores podem aplicar diferentes tipos de golpes utilizando informações pessoais ou de empresas, como abertura de contas em bancos, compra de bens e serviços, financiamento de veículos e imóveis e até transferências bancárias.

Para ajudar as pessoas e as empresas a se prevenirem dessa situação, a CDL Uberlândia dispõe de duas opções tanto para pessoa física quanto jurídica. Uma delas é o Alerta de Documentos, registrado gratuitamente no balcão de atendimento do SPC. Para isso, basta a vítima apresentar um boletim de ocorrência policial e algum documento pessoal com foto. Outra opção de grande ajuda nesse sentido é o SPC Avisa, contratando este serviço o CPF ou CNPJ é monitorado 24 horas por dia e sete dias por semana.

A diferença entre o SPCAlerta e o SPC Avisa, é que por meio do SPCAlerta, o registro da eventualidade ocorrida ficará cadastrado no banco de dados SPCBrasil e sempre que uma empresa consultar o CPF ou o CNPJ cadastrado, receberá a informação do roubo ou perda dos documentos. De fato esse é um alerta para a empresa que está realizando a venda, pois nesse momento deve conferir com mais critério a documentação do falso cliente e reforçar a análise cadastral, evitando cair em um golpe e prejudicar um consumidor idôneo. Já o SPCAvisa informa o próprio consumidor, por meio de SMS ou e-mail, se houver tentativas de terceiros em comprar, financiar, solicitar crédito entre outras fraudes em seu CPF ou CNPJ, dessa forma o consumidor tem a chance de se defender da ameaça, entrando em contato com os respectivos credores, vendedores para esclarecer a situação e evitar o golpe. 

De acordo com a superintendente da CDL Uberlândia, Lécia Queiroz, o volume de transações online nesse período de pandemia aumentou significativamente e as modalidades de golpe e número de vítimas de fraudes também. “As pessoas devem ficar atentas e adotar medidas de segurança como utilizar dupla autenticação e senhas fortes, não clicar em links de promoções em páginas desconhecidas, ou abrir sites que não possuem selos de segurança e certificações digitais para proteger os seus dados, além de não emprestar o nome a terceiros, entre outras medidas importantes”, esclarece.

Ela disse ainda que muitas pessoas só descobrem que foram vítimas de fraudes ao se depararem com dívidas ou processo em seu nome quando vão realizar uma compra ou negociação financeira.  “Por isso, para minimizar esses riscos, vale a pena fazer uma proteção completa com monitoria 24h através do SPC Avisa, e em caso de qualquer movimentação em seu CPF ou CNPJ você será avisado por e-mail ou SMS”, explica Lécia.

You might also like More from author

Comments are closed.