Fundação CDL Uberlândia abre inscrições para formar turma de jovem aprendiz

377

 

O cadastro de um currículo é feito pelo site da CDL Uberlândia; A CDL Uberlândia não recebe currículo na entidade

A Fundação CDL Uberlândia está com inscrições abertas para uma turma do CDL Aprendiz. Para participar do projeto, os jovens devem estar cursando o Ensino Médio ou ter concluído, ter idade entre 15 e 18 anos e cadastrar o currículo, mesmo que não tenha trabalhado, pelo site da CDL Uberlândia (www.cdludi.org.br). As aulas começarão dia 18 de setembro.

Em parceria com as empresas contratantes, a Fundação CDL seleciona os alunos que realizarão o programa de um ano e quatro meses. Na primeira etapa, os candidatos são avaliados por meio de provas de conhecimentos básicos de português e matemática, além de questões de raciocínio lógico. Vale ressaltar que a vaga de aprendiz é definida em uma última entrevista nas empresas parceiras.

Após ser aprovado, o jovem trabalhará em uma empresa parceira de segunda a quinta-feira e todas as sextas-feiras, participará de aulas teóricas na instituição.

No curso, eles aprendem sobre qualificação administrativa, que visa desenvolver competências técnicas e comportamentais. Além disso, todos estudam sobre rotinas administrativas, contabilidade, departamento de pessoal e financeiro, além de atendimento ao cliente, postura profissional, etiqueta e até oratória. “Nós realizamos o cadastro dos candidatos, fazemos a seleção e o encaminhamento dos jovens para as organizações. Além disso, administramos o programa de aprendizagem, oferecemos suporte às empresas, acompanhamento pedagógico e psicossocial, acompanhamento das atividades práticas dos jovens aprendizes para que sejam cidadãos responsáveis e bons colaboradores. É um projeto em que todos ganham”, explica a Gerente Executiva da Fundação CDL, Bânia Vieira Poli.

Desde que a CDL deu início, 1785  jovens foram inseridos no mercado de trabalho, destes 124 foram efetivados.

A modalidade de aprendiz permite que jovens aprendam uma profissão sem parar de estudar. Cada empresa tem seu modelo, mas todas devem atender a chamada Lei da Aprendizagem, promulgada no ano 2000. Ela determina que empresas de médio e grande porte destinem entre 5% e 15% de suas vagas a jovens entre 14 e 24 anos matriculados nos Ensinos Fundamental, Médio, Técnico ou formados.

Na visão de Bânia, o maior desafio é atender a grande demanda de jovens. “São oito turmas e cada uma tem aproximadamente 40 alunos, mas sempre temos muitos jovens interessados. O nosso apelo é que mais empresas mostrem interesse em ser parceiros desse projeto”, afirma.

Mais informações pelos telefones 3239-3449 ou 3239-3491.

 

You might also like More from author

Comments are closed.