Fundação CDL Uberlândia e Sebrae abrem inscrições para mini curso de Design

101

Há um ditado que diz que a primeira impressão é a que fica. Isso se aplica tanto a aparência e comportamento de uma pessoa, quanto para o tratamento a ser dado à fachada de uma loja, luminosidade, layout, disposição do mobiliário, equipamentos e sinalização.

Pensando em contribuir com os empresários, pessoas que trabalham dentro ou fora das empresas para a melhoria dos espaços, criando ambientes visualmente agradáveis, a Fundação CDL Uberlândia abre inscrições para o mini curso gratuito de design, realizado pela Fundação CDL e o Sebrae, dia 25 de abril, das 8h às 12h, na sede do Sebrae.

O curso abordará sobre o design e seu impacto sobre a percepção dos consumidores, com duas frentes de análises: a importância do design para uma melhor gestão da marca das empresas; e a importância no design de ambientes, ou seja, sobre o ponto de venda (PDV). Como consequência dessa análise, serão discutidos exemplos e ações de visual merchandising, vitrines e experiência da compra. Os interessados podem fazer as inscrições pelo site da CDL Uberlândia.

De acordo com o consultor da Fundação CDL, Arnaldo Galhardo, os empresários ‘pecam’ em não compreender a importância do Design como estratégia de comunicação, tanto no que se refere à sua marca, e consequente gestão, quanto a sua importância nas diversas possíveis técnicas de ambientação em seu ponto de venda. “Não basta apenas ter uma marca na fachada da loja e produtos expostos em seu interior. Muitos não compreendem que podem muito mais que isso, e como resultado, podem ter vantagens competitivas perante seus concorrentes”.

Ele explica que os lojistas que estimulam ações de vendas e merchandising em seus pontos de vendas, obtém melhores resultados. “Isso impacta na percepção dos consumidores que entram na loja, ou até passam por ela. Vejamos o exemplo da Páscoa. Como as lojas trabalham decorações e exposições diferenciadas para atrair a atenção dos consumidores. A pergunta que fica é: por que não se preocupar com isso o tempo todo?”

O mais importante na visão do consultor Arnaldo Galhardo é trabalhar a identidade visual e ações em seus pontos de vendas. “O desafio das pequenas empresas é em relação ao  branding, que representa a estruturação e a exposição da identidade da marca. A identidade visual é o primeiro elemento a ser exposto no ponto de venda, sendo essencial para captar a atenção dos públicos e proporcionar sua identificação. Empresas que trabalham bem o seu branding obtêm mais vantagens do que outras no mesmo setor”.

A gerente executiva da Fundação CDL, Bânia Vieira Gonçalves, concorda com Arnaldo. “A comunicação visual é a identidade da loja apresentada ao consumidor. E esse curso vai ajudar os empresários a melhorar as fachadas, vitrines e a organização da loja, o que pode colaborar com o aumento nas vendas. A fachada e o ambiente da loja são os primeiros fatores a serem percebidos pelo potencial cliente. Entretanto, o impacto produzido pode ser positivo ou negativo”, enfatiza.

You might also like More from author

Comments are closed.