Mais consciência

147

É lamentável perceber pessoas com trânsito na sociedade prestando um desserviço à mesma. Algumas delas fazem moradia no internet, por si um território de ilusões, ostentações e até mesmo mentiras, para desfilar modelos luxuosos em um período de isolamento social, quando as pessoas estão mais com os seus temores e incertezas sobre o futuro e sobre o risco de morte do que preocupadas em “looks” para várias ocasiões. A única ocasião agora é a da prevenção, de as pessoas se recolherem e se preservarem diante da ameaça do Covid-19. Fora da realidade expor-se assim nas redes com futilidades. Até mesmo as grandes marcas estão hoje investindo na linha “home wear”, com vistas à praticidade e conforto dos que estão se mantendo em casa, ou seja a maioria. Como se não bastasse, algumas dessas pessoas mostram-se ainda mais sem noção quando extrapolam esse “alpinismo social” para um comportamento inconcebível para o contexto atual. Como exemplo aquele acontecimento pavoroso de Brasília, quando uma socialite realizou festa com teste rápido do Covid-19 na porta de entrada. Além de uma ostentação absurda, uma afronta e um desrespeito às vítimas da doença no Brasil, hoje em mais de um milhão de pessoas. Mais consciência, por favor!

You might also like More from author

Comments are closed.