Pimenta Refresco



Pimenta RefrescoSem querer ser moralista ou julgar comportamentos que estejam fora do dito “padrão” social, mas, quando as pessoas vivem situações diferenciadas, para que não reste a menor sombra de dúvida das reais intenções, não há por que se esconder. Digo isso por presenciar um namoro com uma diferença de idade que beira quatro décadas, mas, no caso, além de um aparente abuso econômico por parte da pessoa mais jovem, sem qualquer motivo, o relacionamento fica na surdina e a ascensão social, incluindo reforma de apartamento e carros novos, é justificada, aos seus familiares e amigos, como um “prêmio de loteria”. Sei que o amor não tem idade. Mas, quando acontece, ele se demonstra publicamente, não se envergonha do outro mais velho e, acima de tudo, é pautado pelo respeito e pelo cuidado carinhoso em cada gesto. E, parece que não é assim neste suposto romance. Se fosse, a família não se sentiria tão incomodada. Não é a posse de bens materiais que incomoda, mas a evidência de que é uma relação por conveniência e interesseira. Se é amor verdadeiro, a pessoa mais velha tem de ser melhor tratada e não ser “escondida” da sociedade. Pronto. Tá dito. E posto o desafio! Se é de verdade, assuma pra todo mundo.