Pimenta refresco

196

Estamos em um tempo quando as pessoas parecem se sentirem na obrigação de emitir sua opinião sobre tudo, como se ela fosse a coisa mais importante do mundo e a população inteira estivesse ansiando por ela. É a era dos egos inflados. Mas, cuidado, um simples comentário seu, sem que você saiba, pode destruiu uma vida, pode acabar com anos de esforço de outras pessoas. Por mais que você considere mais importante que a sua tão valorosa opinião seja exposta, pondere antes como e o quanto ela pode prejudicar a terceiros. Antigamente, para “derrubar” alguém, as pessoas tinham de ter influência, acesso a meios de comunicação e tráfego entre pessoas importantes. Hoje, com o advento da internet, todos estão se sentindo muito poderosos e vão para as redes virtuais opinar, atacar e julgar. É como já dizia Renato Russo: “nos deram espelhos e vimos um mundo doente”. Assim é a internet. Mas, ninguém mora dentro dela. Existe do outro lado das teclas um ser humano real, que pensa, que tem sentimentos e que pode se expressar publicamente de uma maneira mais saudável, sem ofensas, sem agressões e sem querer prejudicar o outro só por que o considera um desafeto ou por que imagina o que ele faça sem muita importância para você. Fica a sugestão para que todos nós possamos contribuir para uma evolução mais digna e humana da internet. Caso contrário, ela acabará virando uma arma letal e pode provocar a derrocada da humanidade. A gente já tem presenciado parte do seu poder. Vamos, então, fomentar os seus aspectos positivos. Ainda há humanidade em nós!

You might also like More from author

Comments are closed.