Pimenta Refresco

191

É incrível como boa parte das pessoas ainda se deixa conduzir em suas prioridades pelo dinheiro. Mesmo o mundo tendo evoluído tanto, tem gente que passa por cima de tudo e de todos tendo o dinheiro como um Deus. Outros, o que ainda é pior, não possuem dinheiro mas correm desesperadas atrás dele, cometendo imbecilidades. Soube, por exemplo, de certas pessoas que vivem “vendendo” imagem de populares e usando essa “popularidade” fabricada como moeda de troca, querendo ganhar tudo, iludindo empresas e empresários com uma perspectiva “fake” de retorno. Como se não bastasse, para conseguirem dinheiro, vendem aquilo que ganharam. Algumas dessas pessoas foram flagradas vendendo ingressos de eventos que, na verdade, eram cortesias. Penso que tais pessoas deveriam levar um tratamento de choque. Aquilo que elas ganham e/ou revendem é resultado de muito trabalho de terceiros. O seu bem estar não pode, de maneira alguma, estar condicionado às pessoas que trabalham de verdade. Esses oportunistas deveriam aprender uma coisa muito básica, que é o mote da civilização em todos os tempos: trabalhar! Ninguém vive de brisa. E, caso queiram viver sem trabalhar, não encostem nas empresas e pessoas que dão o sangue para verem seus negócios prosperarem. E, além disso, saibam que devemos dar ao dinheiro o valor que ele tem. Embora todos precisem dele, não é a coisa mais importante da vida. A vida é outra coisa, que está além dele. O dinheiro vem como resultado. É consequência, é premiação, é mérito para quem trabalha de fato. É só deixar de ser parasita social e aprender a trabalhar.

You might also like More from author

Comments are closed.