Pimenta Refresco

22

Pimenta RefrescoEstamos mesmo em tempos de muita impaciência e intolerância. Não são poucos os casos em noticiários mostrando violência no trânsito. Como se não bastasse a falta de cordialidade, motoristas agora têm de conviver com o medo. Um simples deslize e uma pequena colisão pode acirrar os ânimos das pessoas e levar a desfechos drásticos, como a recente morte de um mototaxista no centro de Uberlândia. Não sei ali quem foi mais responsável por ter chegado a esse ponto. De longe, vejo que ambos os lados estavam errados. Pois é errado pensar que estragos nos veículos sejam mais importantes do que o respeito, a educação e a paz. O fato é que as pessoas dirigem de modo muito estressado, egoísta e totalmente sem gentileza e compreensão do espaço coletivo que as ruas representam. Isso me preocupa. Pode ser um sintoma ruim de como está a sociedade “moderna”. Vamos parar e refletir como estamos agindo no trânsito? Se respeitamos ou não os outros condutores, se permitimos que eles avancem quando dão sinal de seta, se priorizamos os pedestres, principalmente crianças e idosos, se não fechamos o cruzamento, se não ultrapassamos pela direita e, acima de tudo, se olhamos o outro com educação e respeito. Isso é civilidade. Não podemos permitir que o trânsito se transforme numa barbárie, onde as pessoas apelem para a violência em vez de usar o bom senso.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.