Presidente do Grupo Pontes de Amor de Uberlândia é reeleito para nova gestão

18

O grupo Pontes de Amor, primeiro grupo de apoio à adoção legal e comunitária de Uberlândia, realizou, na semana passada (12/04), a eleição para nova diretoria que estará à frente da ONG no próximo biênio 2018-2020. Rodrigo Rangel e Bruno Fernandes Garcia foram reeleitos para presidente e vice-presidente, respectivamente.

Cheio de expectativas para o novo mandato, Rodrigo se mostra entusiasmado para dar continuidade ao trabalho já exercido e para novas ambições. “Queremos mudar para nova sede, consolidar e aperfeiçoar os projetos já existentes, reorganizando os projetos por gestores de áreas. Além disso, profissionalizar cada vez mais, de forma a trazermos mais parceiros e, assim, alcançarmos sustentabilidade aos projetos”, destaca Rodrigo.

Ao longo dos mais de seis anos à frente do projeto, e também como fundador do grupo, Rodrigo ressalta a importância do trabalho para crianças e famílias que buscam a adoção. “Uma oportunidade maravilhosa de ser um transformador social. O Pontes é um lugar de muitos conhecimentos, trocas, e desafios diários. É materializar famílias para crianças e adolescentes e promover o desenvolvimento integral dos meninos em acolhimento”, finaliza.

Para Sara Vargas, ex-presidente e fundadora da Pontes de Amor, o grupo está em boas mãos e acredita no desenvolvimento ainda maior, podendo ajudar milhares de crianças a acharem seus lares, e pais adotivos a encontrarem seus futuros filhos. “Esta nova gestão chega com muita garra e profissionalismo, visando a solidificação e crescimento da Pontes de Amor, com foco em sustentabilidade, escalabilidade e expansão do impacto social”, salienta Sara.

Sobre o Pontes de Amor

Criada em 2012, a Pontes de Amor é uma Organização Filantrópica sem fins lucrativos, filiada à Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção (ANGAAD), que atua em Uberlândia e no Triângulo Mineiro em sintonia com a Vara da Infância e da Juventude, Órgãos e Conselhos de Direito da Criança e do Adolescente. Surgiu diante da preocupação com a garantia dos direitos de crianças/adolescentes institucionalizados e dos altos índices de devolução de crianças por famílias adotivas no Brasil e de crises familiares no pós-adoção por falta de apoio, acompanhamento psicológico, psicopedagógico.

O grupo Pontes de Amor foi criado com o objetivo de  Apoiar e incentivar a adoção legal e a convivência  familiar e comunitária,  promovendo saúde  intra e  inter  relacional de crianças, adolescentes e suas famílias e com a sociedade. Além disso, busca auxiliar e facilitar a convivência social, familiar e comunitária da criança e do adolescente em processo de adoção ou em estado de acolhimento. Este trabalho é desenvolvido especialmente na preparação de famílias adotivas ou pretendentes à adoção com orientação e acompanhamento.

You might also like More from author

Comments are closed.