Primeiro livro de receitas culinárias para bariátricos é lançado em Uberlândia

141

 

Noite de autógrafos acontece amanhã (25), de 19h às 21h, na livraria Leitura do Uberlândia Shopping

Assim que resolveu se submeter à cirurgia bariátrica, a esteticista Maria Cecília Candelore, procurou em várias livrarias, inclusive nas online, livros que tivessem receitas adequadas para sua nova fase de vida. Para sua surpresa, a paciente não encontrou nenhuma opção no mercado nacional. Foi então que, após o procedimento, passou a idealizar este projeto, escrevendo seu próprio livro “Bariátrica – Cozinhando com Sabor”. “A referência que usei para escrevê-lo foi a minha própria vivência no dia-a-dia pós cirurgia, aliada à minha paixão pela culinária”, conta Candelore.

Por justamente ter como hobby a culinária, Maria Cecília foi questionada se conseguiria manter uma mudança para o resto de vida. “Justamente por ter facilidade na cozinha e gostar de cozinhar, minha vida não mudou em nada. Fiz apenas adequações para um novo estilo de vida e deu tão certo que resolvi compartilhar no livro. Tenho convicção que não é porque a pessoa fez bariátrica que ela tem que deixar de comer coisas gostosas. Muito pelo contrário. Neste livro, trago diversas receitas fáceis de serem preparadas com alimentos saudáveis e ricos em proteínas. Operei há 3 anos. Passei de 90 para 60 quilos  que continuo mantendo mesmo comendo saborosamente”, explica Maria Cecília Candelore.

O livro reúne dezenas de receitas fáceis e simples de fazer e que vão auxiliar na reeducação alimentar, sem que o paciente se prive de pratos saborosos. “Meu objtetivo é mostrar às pessoas que fizeram a cirurgia e têm dificuldade na alimentação, assim como as que estão pensando em passar pelo procedimento, que é possível ter uma alimentação com sabor após a bariátrica. O que eu mais quis foi tirar o estigma do sofrimento para se alimentar pós-cirurgia. É possível existir sabor. Nós operamos o estômago, e não o paladar, o olfato nem a visão. Criei receitas de pratos principais utilizando principalmente proteína animal e vegetal, mas com menos gorduras e frituras”, diz.

Palavra do cirurgião

O livro traz ainda um capítulo escrito pelo cirurgião bariátrico da clínica LEV, Luis Augusto Mattar, responsável por realizar o procedimento em Maria Cecília. Ele descreve sobre as impressões que teve da paciente, sobretudo com a rigorosidade com que cumpriu a dieta líquida dos 30 primeiros dias e sobre como foi criativa com os pratos ao “gourmetizar” as receitas. “A cirurgia bariátrica pode ser vista por muitos como um limão. Mas, neste livro, Maria Cecília ensina como fazer uma limonada”, parafraseia o médico Luis Mattar, no livro Bariátrica – Cozinhando com sabor.

 

You might also like More from author

Comments are closed.