Projeto “Talentos Experientes” dá oportunidade de emprego para idosos

39

Projeto foi criado em 2017; Bretas tem mais de 600 colaboradores acima dos 50 anos

No dia 1º de outubro é comemorado o Dia do Idoso e para lembrar a data, a rede de supermercado Bretas estimula, através do projeto “Talentos Experientes”, a participação dos idosos no mercado de trabalho. O projeto foi criado em 2017 e em menos de um ano foram realizadas 156 contratações de pessoas com 50 anos ou mais. No grupo, mais de 600 colaboradores têm idade acima dos 50 anos. Os interessados podem cadastrar currículo no Banco de Talentos no www.vagas.com.br/cencosudbrasil.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou um aumento de 522 mil trabalhadores acima dos 60 anos no mercado de trabalho no primeiro trimestre de 2018. Ainda de acordo com o instituto, quando comparado com outras faixas etárias, esse grupo é o que mais cresce, com aumento de 8%.

Minas Gerais fechou o mês de agosto com saldo positivo. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram 4.530 vagas de emprego formal no estado, sendo o setor que mais contribuiu para este resultado foi o de Serviços, com a criação de 11.139 novos postos de trabalho.

Talentos Experientes

O projeto foi criado em 2017, pela Cencosud Brasil com o objetivo de aproveitar a rotatividade do negócio para contratar profissionais acima de 50 anos para trabalhar nas redes do grupo: Bretas, GBarbosa, Prezunic, Mercantil Rodrigues e Perini.

Para o gerente de Investimento e Responsabilidade Social da Cencosud, Fábio Oliveira, após certa idade, muitos não conseguem recolocação no mercado de trabalho, reduzindo o poder de compra e a qualidade de vida. “O varejo é tido como maior empregador privado do país e, por meio deste programa, temos a oportunidade de fazer a diferença”, afirma.

Exemplos

Sirlei Gouvêia, 63 anos, é auxiliar de operações no Bretas, onde trabalha há 14 anos. Aos 49 anos ela entrou para ocupar a vaga de serviços gerais, mas após surgir uma nova oportunidade ela passou a fazer parte do setor de operações e hoje trabalha na seção de frios. “Entrei para uma função, mas tive a chance de mudar e hoje ganho meu dinheiro e faço amizades. É bom fazer parte de uma empresa que trata o funcionário com respeito”, contou.

Roberto Gonçalves Ribeiro, de 53 anos é gerente de setor de perecíveis no Bretas há quatro anos. Ele conta que já trabalhou em outras multinacionais, mas foi no Bretas que realmente se sentiu valorizado. “A empresa busca capacitar todos os colaboradores, nos oferecem oportunidades, além, de muitos benefícios como plano de saúde. Pra mim, é um prazer ir trabalhar todos os dias. É como se fosse meu primeiro dia”, afirma.

Raimundo Ferreira da Silva, 79 anos, é o responsável pela manutenção do jardim da loja, arrumar os carrinhos e ajudar nas embalagens das compras. Ele gosta tanto de trabalhar, que até quando sai de férias vai visitar os colegas. “Vontade de trabalhar eu tenho. Enquanto eu tiver força e a empresa me quiser eu quero continuar aqui”, conta.

Ana Selma de Aguiar, 62 anos, se aposentou em 2016, mas continuou no emprego, trabalhando como encarregada de frente de loja no Bretas. “As coisas mudaram, evoluíram de certa forma, que hoje as empresas dão mais oportunidades as pessoas acima de 50 anos do que antigamente, que você era obrigada a ficar em casa fazendo trabalho doméstico”, afirma.

You might also like More from author

Comments are closed.