Regina Duarte abrirá ano teatral em Uberlândia

210

Atriz virá à cidade com a peça “Volta ao Lar”, do Prêmio Nobel Harold Pinter, na qual contracena com cinco atores

 

A “namoradinha do Brasil” vai aterrissar em Uberlândia. Regina Duarte vem no mês de fevereiro abrindo o ano teatral do programa Uberlândia na Rota do Teatro, que tem trazido à cidade grandes nomes das artes cênicas brasileiras.

O apelido de “namoradinha” é em decorrência do sucesso que conseguiu nas telenovelas brasileiras e a imensa popularidade que alcançou em todo o país.  Regina é assim, ainda enamorada dessa proximidade com o público brasileiro, seja pela TV, que a consagrou, ou pelo teatro, onde foi dirigida por grandes nomes da direção teatral no país, como Antunes Filho, Paulo José, Flávio Rangel, José Possi Neto, Gabriel Villela, Ulysses Cruz, entre outros, além de se autodirigir e também dirigir outros atores.

No caso da peça Volta ao Lar, com a qual estará em cartaz na cidade, nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro, Regina já dirigiu o espetáculo antes protagonizado pelas atrizes  Mylla Cristie e Alessandra Negrini. Com a saída de Alessandra, a própria Regina decidiu assumir a personagem da geniosa trama, obra prima do autor britânico Harold Pinter.

A atriz Regina Duarte ficou conhecida do grande público a partir de sua estreia na televisão, em 1965, na telenovela A Deusa vencida da TV Excelsior. Desde então, foram inúmeras personagens, a maioria da Rede Globo, que caíram no gosto popular, como a escultora Simone Marques em Selva de Pedra, a socióloga Maria Lúcia Fonseca em Malu Mulher, a extravagante Viúva Porcina em Roque Santeiro, a batalhadora Raquel Accioli em Vale Tudo, a vendedora de sucata Maria do Carmo em Rainha da Sucata e as Helenas do autor Manoel Carlos (História de Amor, Por Amor e Páginas da Vida), em seus mais de 53 anos de carreira.

Paralelamente à carreira televisiva, Regina sempre encontrou fôlego para exercer a predileção da maior parte dos artistas cênicos, o teatro. Nos palco ela também teve carreira quase ininterrupta nestas mais de cinco décadas de atuação. Regina protagonizou espetáculos como A Megera Domada (1965),  Black Out (1967),  Romeu e Julieta (1969), Com Quixote, Mula Manca e seu Fiel Companheiro (1971),  Réveillon (1975),  O Santo Inquérito (1978),  Missa Banana (1986), A Vida é Sonho (1992),  Honra Norah (1999-2001),  Coração Bazar (2004-2009),  Coração Bazar (2004-2009), Raimunda, Raimunda (2012-2013), Bem Vindo Estranho  (2013-2016),  Volta ao Lar (2017-2018) e O Leão no Inverno (2018). Pela sua atuação em O Leão no Inverno, Regina Duarte foi indicada ao Prêmio Shell de Melhor Atriz em 2018.

Entre 1966 e 2015, Regina Duarte atingiu uma coleção de 27 prêmios, a maior parte deles por suas atuações em telenovelas, mas vários também conquistados pela militância no teatro e no cinema.   Muita gente não sabe, mas a atriz, que nasceu no interior de São Paulo, em Franca, é filha de um cearense e teve no universo circense uma grande referência. Foi no picadeiro que ela, aos oito anos, entrou em cena pela primeira vez, em um circo montado perto de sua casa, em Campinas, onde também morou. Ela se lembra da cara fechada do pai, dizendo que “aquilo não era lugar para moça de bem.”

Regina Duarte hoje vive dividida entre suas atividades artísticas e empresariais. Ela e o atual marido, Eduardo Lippincott, são criadores de gado da raça Brahman, em Barretos, na região de Ribeirão Preto, no norte de São Paulo.

Gabriela é a única filha que seguiu os passos da mãe como atriz. Ela e André são filhos de Regina com o engenheiro Marcos Franco, com quem ela se casou em 1969, separando alguns anos depois. Com a filha atriz, ela contracenou algumas vezes. Atuaram juntas na telenovela Por Amor, de Manoel Carlos, e na minissérie Chiquinha Gonzaga, assim como em Top Model, novela que contou com participação especial de Regina.

Do segundo casamento, com o publicitário argentino Daniel Gómez, Regina teve um filho, João Ricardo. A atriz também tem seis netos (Manuela e Frederico, filhos de Gabriela e Jairo); Théo (filho de André e Bettina); Isadora, João Gabriel e Antônio (filhos de João Ricardo com a atriz Regiane Alves)..

Em Volta ao Lar, a peça teatral que virá a Uberlândia, além de Regina Duarte, estão no elenco Igor Kovalewski,  Rodrigo de Castro, Ivan Bellangero, João Carlos Filho e Maurício Agrela.  O texto é de autoria do britânico Harold Pinter, dramaturgo, diretor, ator, poeta e roteirista inglês, falecido em 2008. Ele é um dos autores contemporâneos mais premiados do mundo. Entre seus inúmeros títulos, estão nada menos do que o Nobel de Literatura de 2005 e o prêmio Companion of Honour da Rainha da Inglaterra.

Considerado um dos ícones do Teatro do Absurdo, ao lado de Samuel Beckett e de Eugène Ionesco, Pinter escreveu 29 peças de teatro entre as mais conhecidas estão: “Festa de Aniversário”, “O Porteiro”, “Traição”  e “Volta ao Lar”. No cinema, “A Mulher do Tenente Francês” (1981) de Karel Reisz; “Um Jogo de Vida e Morte” (2007) de Kenneth Branagh e “O Mensageiro” (1971) de Joseph Losey, tem roteiros assinados por Pinter.

Mais informações sobre a temporada de Volta ao Lar em Uberlândia podem ser obtidas pelos números 9 9118-6224 e 9 9866-1727.

You might also like More from author

Comments are closed.