Simulado demonstra ação de evacuação em caso de emergência em usina hidrelétrica do CCBE

632

– Usina Hidrelétrica Amador Aguiar I organizou exercício envolvendo a comunidade dos municípios de Araguari e Uberlândia.

O simulado da usina hidrelétrica Amador Aguiar I, realizado no dia 19 de outubro, mobilizou dezenas de pessoas às margens do rio Araguari, nos municípios de Araguari e Uberlândia. Foram cerca de 150 participantes, entre autoridades, Corpo de Bombeiros, Policia Militar, órgãos de fiscalização, Defesa Civil, voluntários e moradores de áreas próximas aos 7 pontos de encontro localizados ao longo de 15 quilômetros às margens do Rio, na chamada Zona de Autossalvamento (ZAS).

Pontualmente, às 15 horas, cinco sirenes foram acionadas simultaneamente. A população, já previamente informada, seguiu pelas rotas de fuga até o os sete pontos de encontro implantados. Em seguida, os moradores participantes responderam um questionário para avaliar a ação e também tiraram dúvidas sobre o exercício. “O simulado tem uma importância muito grande. Através dele podemos ver o que encontraríamos em uma situação real, além de nos capacitarmos para este tipo de situação e ainda criar cultura de segurança nos moradores ribeirinhos. Participamos ativamente de todo a implantação do Plano de Ação de Emergência (PAE) e foi muito bom ver que hoje tudo aconteceu de forma organizada”, disse o sargento Júlio Cesar Gomes Ribeiro, do Corpo de Bombeiros de Araguari.

Para o coordenador da Defesa Civil de Uberlândia, João Batista Afonso, o exercício simulado tem a função de ensinar a população de que forma promover o socorro na Zona de Autossalvamento, assim como integrar os órgãos que atuarão no atendimento à estas pessoas. “Neste sentido, a avaliação é muito positiva, uma vez que o simulado é um momento de prevenção e é feito em um momento de tranquilidade. As usinas hidrelétricas Amador Aguiar I e II estão sendo precursoras na implantação do PAE na região. Tivemos a participação de 34% da população cadastrada neste primeiro simulado, o que é uma boa resposta. Nosso objetivo é sempre atuar de forma preventiva, preservando vidas”, explica Capitão Afonso.

Ação Preventiva

O exercício atende a Política Nacional de Segurança de Barragens e a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil, além de integrar o Plano de Ação de Emergência (PAE) dos dois municípios. Além de atender exigências legais regulamentadas para o setor elétrico pela ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica, os exercícios de simulação atestam a aderência e eficácia aos planos de contingência. Eles estão alinhados com uma política de crescimento sustentável, baseada em diálogo permanente com a comunidade, uso de tecnologia de ponta e monitoramento intenso, de forma a garantir a segurança das barragens e a integridade dos colaboradores e das comunidades, assegurando a perenidade do empreendimento. A realização do exercício simulado demonstra a seriedade do Consórcio Capim Branco de Energia na preservação de vidas, além de ser uma forma de falar com todas as pessoas e tirar suas dúvidas e também mostrar a segurança e o baixo risco do empreendimento. Queremos agradecer a todos por terem atendido o convite para participar deste momento tão importante que concretiza o trabalho feito em prol da cultura de segurança de nossa comunidade”, disse o gerente geral do Consórcio, Mário Lúcio Ribeiro Mendes.

Sobre o simulado

O exercício de simulado tem o objetivo de consolidar a cultura de segurança e prevenção na região e foi promovido pelo grupo de trabalho composto pelas Defesas Civis de Araguari e Uberlândia, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Prefeituras, Consórcio Capim Branco de Energia e a população cadastrada na ZAS. O treinamento é uma das ações previstas no Plano de Ação de Emergência – PAE das Usinas Hidrelétricas Amador Aguiar I e II, com o propósito de capacitar a população para atuação em caso de emergências, testar o sistema de comunicação e alerta (sirenes) já implementados. O trabalho vem sendo construído de forma conjunta e articulada desde o início de 2019. Foram oito reuniões do Grupo de Trabalho e mais de quatro reuniões com as comunidades, além de ações porta a porta, reuniões em associações de moradores, todas elas fundamentais para atingir o maior número de pessoas possíveis nos dias dos simulados.

No próximo sábado, 26 de outubro, será a vez da Usina Hidrelétrica Amador Aguiar II, também realizar o simulado, a partir das 15 horas.

You might also like More from author

Comments are closed.