Wine bars são novos nichos de mercado

2.598

 

Tendência tem oportunizado empreendimentos inovadores e democratizado a experiência com os vinhos

 A grande paixão dos brasileiros é, sem dúvida, sentar em um bar e degustar uma boa cerveja gelada. Mas outras bebidas têm caído no gosto dos consumidores, abrindo espaço para um novo nicho de mercado e novos empreendimentos. Os “wine bars” são bares que vendem, preferencialmente, vinhos, e têm se tornado tendência em grandes cidades do Brasil. Isso porque o consumo da bebida vem crescendo consideravelmente nos últimos anos, chegando a dois litros por pessoa, saltando de 22 para 30 milhões de consumidores, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Vinho (Ibravin), no segundo semestre de 2017.

Os wine bars trazem uma nova experiência para os iniciantes e amantes da bebida, já que o objetivo é desmistificar a bebida e democratizar o consumo. No local, é possível pedir auxílio aos sommeliers, que indicarão a melhor harmonização ou vinho para o paladar de cada pessoa. Este diferencial traz uma segurança aos iniciantes, já que escolher um bom vinho, entre os milhares de rótulos existentes, não é tarefa fácil. O profissional fica à disposição para sanar dúvidas, ajudar na escolha e indicar boas harmonizações para os clientes. “Nem todas as pessoas entendem de vinho. Então, ter este profissional que pode entender seu gosto e indicar o melhor vinho, torna a experiência no bar ainda mais prazerosa”, ressalta o sommelier Bruno Venâncio.

Além disso, segundo Bruno, um bom vinho tomado em ocasião errada, pode não trazer a vivência esperada da bebida. “Apesar do vinho tinto ainda ser muito consumido no verão, a procura pelos vinhos brancos, rosés e espumantes aumenta nesta época devido à sensação de frescor. Já os vinhos tintos mais encorpados, como devem ser bebidos em condições mais naturais, no verão, podem dar a sensação de calor”, explica.

Os Wine bars, que têm se tonado tendência entre os brasileiros, geralmente, apresentam um ambiente rústico e intimista, acomodando poucas pessoas para encontros casuais de casais, amigos, confraternização de trabalho, reunião de amigas e happy hour. O diferencial desses ambientes está na forma como é trabalhada a degustação da bebida, geralmente, com eventos para experimentar vários rótulos, eventos de degustação para conhecer e entender mais da bebida, jantares temáticos e rodízios, além de uma carta de vinho variada, com preços variados também.

Tendência de wine bar chega a Uberlândia

Inaugurada no final de 2018, a Viva Vino tem apresentado novas experiências aos uberlandeses apaixonados por vinhos, assim como para os iniciantes, com o único intuito de desfazer o estereótipo de que vinho é uma bebida elitizada. A Viva Vino é um bar e loja de vinhos, espumantes, queijos artesanais e cachaças finas, onde o conceito da experiência é destaque, com capacidade para acomodar até 30 pessoas.

No estoque, mais de 350 rótulos de várias nacionalidades como Argentina, Chile, Portugal, Brasil, França, Itália, Espanha e outros diversos. Os preços variam entre R$ 36 e R$ 490 e o atendimento é feito por profissionais especializados. “Trabalhamos com garrafas maiores, para grupos de amigos, e de 375 e 187 ml, que é ideal para aqueles que bebem sozinhos”, explica um dos sócios, Breno Merola.

Entre os diferenciais da nova casa de vinho, destaca-se a promoção de cursos, degustações e o rodízio. “O rodízio é nosso grande diferencial, pois é uma oportunidade da pessoa conhecer e degustar diversos vinhos de uvas e nacionalidades diferentes, pagando um valor único e justo”, explica Breno. Além disso, outro ponto inovador serão os jantares temáticos. “Iremos realizar jantares temáticos, trazendo a cultura e comidas típicas de outros países, sugerindo a harmonização com os melhores vinhos”, salienta Breno.

 

 

You might also like More from author

Comments are closed.