Em Sociedade

1.863

Fé na vida

Essa é a primeira coluna do ano. Como todo início, a gente deposita expectativas por dias melhores e deseja o melhor de tudo às pessoas que amamos. Nesse ano, após uma virada diferente talvez de todos os anos de nossas vidas, a gente só tem de agradecer, pela vida, pela sorte e pela alegrias de termos amigos, dos quais todos sentimos muita falta ao longo do ano passado. Que 2021 seja o tempo de renovação de nossos afetos, de valorização de nossas amizades e de acreditar que a vida é muito mais do que imaginamos ou vivemos. Um belíssimo 2021 aos amigos, familiares, conhecidos e seguidores.

Sem celebração

E se o assunto inicial é réveillon, vale comentar a ação (polêmica) da polícia militar na Riviera de São Lourenço, no litoral paulista. Na manhã do dia 1 policiais militares utilizaram granadas explosivas com efeito de fumaça para afugentar as pessoas da praia. A prefeitura de Bertioga havia decretado essa proibição. Esse tipo de ação, certamente, deve ter acontecido em vários pontos do litoral brasileiro. Ainda que a interdição seja necessária, é triste ver lugares o litoral de São Paulo e a orla carioca, entre centenas de outro no país, tradicionalmente com milhares de pessoas celebrando o novo ano, nessa virada 2020-2021 totalmente desertas. Dá dó!

Dúvida

E muito se falou sobre o Covid no novo ano do calendário. Há gente, inclusive, apostando no “lockdown” em várias cidades brasileiras. Alguns afirmam que o mesmo deve acontecer aqui em Uberlândia. Será?

Pontes

Pra amenizar, segue uma notícia boa sobre nossa cidade: está em fase final a obra da ponte sobre o Rio Uberabinha no início da avenida Rondon Pacheco, entre a região central e os bairros Tabajaras e Tubalina. A ponte ligará o centro às regiões Sul e Oeste da cidade, desafogando o tráfego na região.

Avanço

O conservador país Coréia do Sul acaba de retirar da sua legislação a proibição ao aborto, antes permitido apenas para vítimas de estupro ou em casos de risco de morte da gestante. A interrupção voluntária da gravidez passa a ser direito de escolha de todas as mulheres do país asiático.

Demorou

A quase centenária seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas tem, desde ateontem, primeiro de janeiro, sua primeira presidente mulher. Tomou posse a advogada Grace Banayon. A entidade existe há 90 anos.

E por aqui

Enquanto isso, em Uberlândia, houve um movimento, aparentemente infrutífero, de posicionar na Câmara Municipal de Uberlândia, também quase centenária, pela primeira vez, uma mulher na presidência. Até por que há novas vereadoras que ficaram entre as mais votadas da cidade neste pleito do ano passado. Mas, pelo menos por enquanto, a proposta parece não ter vingado.

Repercussão

A Casa do Menor Nova Canaã abda feliz da vida , com o “cantinho” com arquitetura arrojada assinada pelo escritório Plataforma Arquitectura. A sala foi batizada de Thassia Naves, em homenagem à blogueira madrinha e benfeitora da entidade. A notícia chegou a ser divulgada no site espanhol ArchDaily.

Sucesso

A cantora baiana Ivete Sangalo recebeu o trofeú Mário Lago, no programa Domingão do Faustão, ostentando um modelito criativo e imponente criado pela nossa querida estilista uberlandense Fabiana Milazzo. Obviamente ela também se sentiu bastante premiada com isso.

Tô dentro

As pessoas discretas, que menos sofreram com o isolamento. Por terem bom senso e não se socializarem e consequentemente conseguiram lidar melhor com o distanciamento social .Nem todos conseguimos manter o isolamento . Uma verdadeira prova de fogo para quem tem amigos .

Tô fora

Gente pesada que quer colocar o peso do mundo nos ombros alheios. Tem de avisar que cada um já carrega a sua bagagem, embora nem sempre a mostre para todos.

Pimenta Refresco

Fico me perguntando se as pessoas revoltadas que andam se expondo na internet sobre a pandemia estão realmente preocupadas com o próximo ou só querem “causar” com suas postagens. Digo isso por que vejo tantos “fiscais” da vida alheia nas redes que imagino quantos deles realmente estão se resguardando. Até vejo verdade em alguns, por mais radicais que pareçam, cumprindo isolamento e se prevenindo da doença. Mas, só isso já basta, não? Se está fazendo sua parte, não precisa ficar cutucando as pessoas. Para de apontar o dedo para o outro , e cuida da sua própria vida .Será que você nunca comete erros ? Existem pessoas que aprontaram a vida inteira, mas acreditam ter se tornado santo porque conseguiram manter um “certo” distanciamento social . Agora te pergunto: será que essas pessoas realmente se isolaram porque está pensando no próximo, ou não tem amigos com quem convive ? Cada um sabe de si. Agora, há aqueles que ficam exigindo consciência das pessoas e podem ser vistos fazendo exatamente o contrário do que “pregam” na internet. Ou seja, de um lado ou de outro, a hipocrisia reina. Isolados se revoltam por sua condição e ficam indignados com quem está um pouquinho mais livre. Gente solta ronda várias aglomerações e manda os outros ficarem em casa. De carona, vem a “necessidade” de todos emitirem opiniões. Aliás, é incrível como todo mundo tem de dar opinião em tudo, né? Parece que isso virou obrigação na internet. Alguém postou, o outro tem de opinar. E surgem “especialistas” para todos os tipos de “debates”. E, pior, parece que todo mundo virou especialista em tudo. E se vê no direito (e “dever”) de impor a sua “verdade” ao outro. São tempos de muita confusão mental, acompanhados de julgamentos e preconceitos. Que em 2021 tudo isso possa ser, ainda que gradativamente, substituído por doses de compreensão, gentileza e generosidade.

You might also like More from author

Comments are closed.