Em Sociedade

113

Maternidade

Hoje é celebrado o Dia das Mães, não por acaso considerada uma das datas mais importantes do ano. Se até o mercado se acende nessa data, é por que o objeto dela também acende afetos nas pessoas, ao ponto de ser necessário presentear, não mais que estar presente. Como mãe e como filha, apoio o movimento em torno do dia e abraço todas as pessoas que, de qualquer modo, conseguem alcançar a dimensão dessa experiência, muito provavelmente a mais fascinante da vida. Não importa que tipo de mãe você seja, se ausente ou se presente, se jovial ou já consumida pelo tempo, se carinhosa em excesso ou avessa a sentimentalismos, se cuidadora ou independente, se pobre ou rica, se racional ou emotiva, se natural ou postiça, se progenitora ou adotiva. Assim como, para todas essas situações, também não importa que tipo de filho você seja e se ainda tem na existência a mãe ao seu lado ou já falecida. O dia é pra ser lembrado pela riqueza de viver a maternidade, oferecendo-a ou recebendo-a. Lanço no espaço o meu abraço afetuoso às mulheres mães, biológicas ou não. Que a intensidade desse amor materno se multiplique em nossa pátria mãe e as pessoas compreendam a sua natureza humana com inclinação para o amor. E sejamos todos felizes, em todas as nossas diferenças. Como amor de mãe!

Retorno

Uma boa notícia para quem tem paladar apurado e sofisticado. O restaurante Alameda, que tinha decidido encerrar suas atividades, recuou na decisão e vai reabrir nos próximos dias. Está passando por pequenas reformas e voltará à cena com ambiente repaginado. Particularmente, essa notícia me deixa muito satisfeita, pois desconheço na cidade local com cardápio tão diferenciado e exclusivo, além do atendimento impecável. Parabéns aos administradores pela persistência e pelo empenho em oferecer o melhor à cidade. Já ansiosa para retornar ao Alameda.

Promoção

A promoção é alusiva ao Dia das Mães, mas prossegue até o próximo domingo, 16, no Center Shopping, Clientes que acumularem R$350,00 em compras poderão trocar por pingente Rommanel, além de concorrer a um Creta 0km. E para quem não sabe o que comprar, o Shopping traz de volta a ‘Consultora de Presentes’, que já fez sucesso com o público. Para a data ficar ainda mais completa a solidariedade também estará presente através da campanha brMalls do BEM, que está arrecadando cestas por meio de doação digital de recursos. Os cupons pelo pingente Rommanel são restritos a um por CPF e possuem uma quantidade limitada.

Premiações

Na noite do dia 28 de abril aconteceu o Fest Vídeo 2021, a principal premiação da publicidade em vídeo do interior do Brasil, no qual o grupo Algar foi premiado três vezes. O canal de histórias inspiradoras do grupo Algar, Inspire Fundo, foi premiado em dose dupla: recebeu ouro na categoria Storytelling com o vídeo Fome de Dignidade, que conta a história de Gabriel, que foi um morador de rua e hoje é cozinheiro e leva alimento e dignidade a outros moradores de rua. E o vídeo Escrevendo uma nova História recebeu bronze, também na categoria Storytelling. Nele é contada a história de Bárbara, de 9 anos, que ensinou o vendedor de picolé de sua escola, Seu Zezinho, de 68 anos, a ler e a escrever. O grupo Algar ainda recebeu prata na categoria Marketing Corporativo, com o vídeo que celebra os 90 anos do Grupo e convida à acessar o portal Memória Algar, site que conta essa trajetória quase centenária. O FestVídeo é realizado pela APP desde 1990 e integra o calendário oficial de eventos da cidade de Ribeirão Preto e do Estado de São Paulo.

Isenção fiscal

O período para declaração do Imposto de Renda termina no dia 31 deste mês, e aqueles que deixaram para fazer o envio nos últimos dias do prazo, ainda podem contribuir com o Hospital do Câncer em Uberlândia fazendo a destinação do valor a ser pago ou restituído do IR, que seria direcionado à Receita Federal, para o Grupo Luta Pela Vida. Acesse o vídeo com o passo a passo sobre como fazer o direcionamento em prol da instituição no canal do Hospital no Youtube.

Balanço

Três semanas após o início das atividades da ‘Central de Apoio Covid-19’, a força-tarefa Juntos Por Uberlândia apresentou um balanço dos atendimentos, que estão contribuindo efetivamente para evitar a ida de pessoas para as unidades de saúde do município. Foram realizadas aproximadamente 700 consultas e destas apenas 18 pessoas precisaram de internação, sendo que todos os demais se recuperaram em casa com acompanhamento diário feito por médicos, enfermeiros e ‘anjos’ voluntários, do Juntos Por Uberlândia.

Na luta

Com o objetivo de defender a necessidade de agilidade na apreciação e votação das reformas tributária e administrativa, o presidente da Associação Comercial de Uberlândia (Aciub), Paulo Romes Junqueira, o vice-presidente Humberto Pereira Carneiro e os ex-presidentes Fábio Pergher, Rogério Nery e Luiz Alexandre Garcia, estiveram com o Rodrigo Pacheco, o presidente do Senado Federal, nesta semana em Brasília. No encontro, os representantes da Associação entregaram um documento da Aciub que pede agilidade na apreciação das reformas, assim como também foram tratados outros temas de apoio e incentivos aos empreendedores, principalmente relacionados às micro e pequenas empresas e os desafios impostos neste momento de pandemia.

Tô dentro

Informação. Por mais que pessoas se enganem atacando a mídia com o argumento de querer receber só notícias boas, aplaudo os profissionais da comunicação pelo empenho em buscar verdades e noticiá-las. Isso dá muito trabalho.

Tô fora

Mal foi divulgada a “flexibilização” em Uberlândia e aglomerações já estavam postas em alguns bares, cafés e shoppings, inclusive sem os cuidados preventivos necessários para os consumidores. Depois essas mesmas pessoas lamentam se houver um novo “fechamento”. Muito desatino!

Pimenta refresco

É terrível pensar que o ser humano tenha também uma natureza perversa. Isso fica evidente quando, em plena pandemia, a gente percebe pessoas querendo tirar proveito da situação. Quando alguém se aproveita da fragilidade econômica do outro para desvalorizar o seu trabalho e pagar menos por ele, isso é perversidade. Quando se aproveita a urgência e necessidade do consumidor e lhe vende mais caro um produto que poderia ser bem mais em conta, isso também é perverso. E também quando não há generosidade e prefere descartar no lixo coisas que poderiam ser úteis a quem passa necessidades ou mesmo quando se vai além das necessidades materiais e físicas e não se oferece aquele afeto, aquela palavra amiga, não reflete sobre o que a outra pessoa possa estar passando e só pensa em si, no seu universo, na sua bolha, na sua casa e sequer pensa naquele que está sumido, que aparece pouco, que não diz quase nada, sendo aquele ser importante para você apenas quando não existe pandemia e o mundo está “normal”. Há perversidade quando julga o outro, quando julga suas escolhas e quando acha que ele deve ser punido por elas, quando não admite que existam pensamentos diferentes do seu e quando se considera superior por ter algum tipo de acolhimento, conforto ou talvez mais posses que aquela pessoa. É triste constatar isso, mas há uma perversidade natural no ser humano e sabe-se lá quando isso se tornou natural. O único consolo que existe é saber que podemos domar a nossa própria natureza. E retirar dela tudo o que nos desagrade. Faça um exame de consciência e verifique o quão perverso você é. Mas, faça isso de maneira honesta. Resquícios de perversidade existem em cada um de nós. Mas você pode ter a escolha de retirar de si quaisquer sintomas dela. Nenhum de nós merece conviver com perversidades. Não seja perverso!

You might also like More from author

Comments are closed.