Pesquisa aponta que 87,8% dos consumidores vão comprar presentes para o Dia das Mães

567

A preferência será pelas roupas, calçados, acessórios e eletroeletrônicos

Tendo em vista que o Dia das Mães é considerado pelos lojistas a segunda melhor data de vendas do ano, tanto em volume quanto em faturamento, a pesquisa realizada pela CDL Uberlândia junto aos consumidores apontou o que já era aguardado: 87,8% dos consumidores pretendem comprar presente.

Para os consumidores que têm a intenção de desembolsar mais com os presentes, o gasto médio de 50% deles deve girar em torno de R$ 100. Já 33,3% até no máximo R$100 e 16,7% pretendem gastar com presentes de até R$50. Outros 12,2% não almejam presentear.

Neste ano, os produtos mais procurados na opinião dos consumidores serão as roupas (28,6%), calçados, acessórios, eletroeletrônicos e consumo imediato (11,4%), celulares (8,6%), móveis (5,7%) e eletrodomésticos (2,9%).

Quanto aos locais de compras, o comércio formal será a preferência de 44,4% dos entrevistados. Os shoppings vêm posteriormente com 27,8%, seguido da internet com 13,9%, do comércio formal de bairro com 11,1% e hipermercados com 2,8%.

Visão dos empresários

A CDL Uberlândia também ouviu os empresários. A maioria (98%) está otimista. O crescimento de 41,4% dos entrevistados será entre 5% e 10%. Já para uma parcela mais cautelosa (36,2%), o crescimento será de até 5% e outros 22,4% esperam um aumento acima de 10% nas vendas.

Apenas 2% dos empresários não acreditam em crescimento para esse próximo período devido à crise financeira. Outro dado revelado pela pesquisa, é que 96,5% dos entrevistados não contratarão mão de obra temporária para esse período.

De acordo com a superintendente da CDL Uberlândia, Lécia Queiroz, com condições econômicas mais favoráveis, o planejamento para aumentar as vendas com o Dia das Mães deve ser redobrado. “Além de essa data mexer com o sentimento de muitos filhos, genros, noras e enteados, o comércio também ganha força para a efetivação das vendas com a chegada da frente fria, que promete aquecer as primeiras comercializações de inverno. Os comerciantes devem se preparar com vitrines decoradas, ações promocionais e de desconto para atrair o consumidor”, diz.

Horário estendido

Na semana do dia das mães, 54,2% das empresas associadas pretendem abrir das 9h até às 19h e 44,1% terão expediente normal. Já no dia 13 de abril, 93,2% não vão ter expediente. Apenas 6,8% pretendem estender o horário até 16h, principalmente no segmento de vestuário, com ressalva dos horários dos shoppings centers da cidade.

You might also like More from author

Comments are closed.