Pimenta refresco

0 780

Pimenta RefrescoDe vez em quando, explode algum hit musical que só constata o quanto o Brasil pode estar distante de ter uma indústria cultural mais educadora. A tal música – que não aguento mais ouvir em carros com mil autofalantes – “Beijinho no Ombro”, da tal Valesca Popuzada, é uma evidência disso. Na minha concepção, a letra cultua o narcisismo e alimenta nas pessoas o direito de se conformarem com os seus erros transferindo a culpa para os outros. Convenhamos, se todas as críticas que vierem em sua direção forem combatidas com o argumento da inveja, você será a pessoa mais invejada do planeta. As pessoas, de um modo geral, deveriam acatar a observação do outro e usá-la para o crescimento pessoal. Mas, não. Quase sempre a réplica é “está com inveja de mim”. Vejo que muitos, quando recebem uma crítica, a rebatem dizendo que é inveja. Se a pessoa pisa na bola com alguém ou por algum motivo qualquer não agrada, lá vem a história da inveja novamente. E essa é uma grande zona de conforto. Que tal ter mais desconfiômetro, um espelho para se enxergar e ouvidos mais abertos para entender que o ponto de vista do outro pode ser mais compatível com a realidade do que o seu que se enxerga grande demais? Que tal parar de dar “beijinho no ombro” se achando a última bolacha do pacote e pensar em evoluir espiritualmente? Fica a dica!

You might also like More from author

Leave A Reply