Pimenta refresco

627

Pimenta RefrescoÀs vezes, eu fico pensando porque será que as pessoas têm identificação imediata com o fenômeno da morte. Até as pessoas mais insensíveis se compadecem da dor da perda, embora, para alguns, exista certa morbidez nisso. Há pessoas que realmente são muito mórbidas e agem de maneira inconveniente para satisfazer a curiosidade, querendo riqueza de detalhes, principalmente quando o falecimento se dá por conta de acidente automobilístico. Mas são nessas ocasiões que realmente conhecemos as pessoas e reconhecemos o seu nível de educação.

Existem aquelas que respeitam a dor alheia e simplesmente são solidárias, outras preferem manter distância, não por indiferença, mas por não saber lidar com a situação e, por fim, há estes que transformam qualquer velório em acontecimento social e parecem não se importar – ou não reconhecer – a situação desesperadora de quem perdeu o ente querido. Por isso, há famílias que preferem cerimônias bem restritas para se despedirem dos seus. No geral, vale uma regra de etiqueta, na verdade uma questão de bom senso: frequente somente aqueles velórios nos quais você realmente conhecia a pessoa e faça sentido a despedida. É muito feio, embora aconteça muito, estar ali apenas para projeção social ou mesmo para fechar negócios. Respeito é bom e deve existir até na hora da morte.

You might also like More from author

Comments are closed.