Sumaré Leilões inaugura sucursal em Uberlândia

949

A Sumaré Leilões, marca especializada na organização de leilões judiciais e extrajudiciais, presenciais e online, inaugurou sucursal em Uberlândia. A cerimônia contou com a presença do leiloeiro oficial público do estado de São Paulo, Gustavo Moretto Guimarães de Oliveira; do leiloeiro oficial público de Minas Gerais, José Roberto Resende de Oliveira; da CEO da Sumaré Leilões, Gabriela Erbolato Queiroz Guimarães de Oliveira, além de autoridades e imprensa. Veja fotos abaixo:

João Batista de Souza, José Roberto, Eversio Donizete, Gustavo e Gabriela (Foto: Divulgação)
João Batista de Souza, José Roberto, Eversio Donizete, Gustavo e Gabriela (Foto: Divulgação)
sumare-leiloes-inauguracao-em-uberlandia-2
Joyce Esteves e Patricia Masan (Foto: Divulgação)
sumare-leiloes-inauguracao-em-uberlandia
José Roberto Resende de Oliveira e Gustavo Moretto Guimarães de Oliveira, leiloeiros oficiais da Sumaré (Foto: Divulgação)
sumare-leiloes-inauguracao-em-uberlandia-3
Gustavo Luis Pedrosa e Flavia Lívia Silveira (Foto: Divulgação)
sumare-leiloes-inauguracao-em-uberlandia-1
Gustavo e Gabriela Erbolato (Foto: Divulgação)

 

Segundo o leiloeiro oficial público de SãoPaulo, Gustavo Moretto Guimarães de Oliveira, a nova sucursal faz parte daestratégia da Sumaré de ampliação e reforço da marca. “Com tradição de mais dedez anos no mercado, a Sumaré realiza leilões judiciais de automóveis,motocicletas, caminhões, tratores, imóveis, sucatas, maquinários e equipamentospara agentes públicos e privados, e agora traz para Uberlândia toda suaexpertise e know-how no planejamento, organização e divulgação e execução de leilões, com total transparência e legalidade fiscal por conta da emissão denotas de vendas”, explica.

A Sumaré Leilões também faz levantamento e identificação de bens e instalações, visando comprovação de existência física,inventário e vistoria de frota de veículos. Além disso, realiza outros leilões terceirizados e ainda recebe em seu pátio bens móveis e imóveis, considerados inservíveis para a realização de prensas de sucata ou mesmo apreensão para futuros leilões.

A marca é a maior do interior paulista a realizar leilões públicos e conta com três leiloeiros oficiais. Somente no mercado de São Paulo já foram realizados mais de mil leilões, catalogados 265.225 veículos e vendidos 136.900 automóveis de pequeno porte. Na avaliação da Sumaré Leilões, o produto mais vendido é o veículo (90%), seguido de maquinário, imóveis e sucatas.

A previsão é que realizem em Uberlândia uma média de 15 leilões no segundo semestre deste ano. A data do primeiro leilão será divulgada nos próximos meses.

Potencialidades

O leiloeiro Gustavo Moretto Guimarães deOliveira afirmou que Uberlândia foi escolhida para a instalação da marca por termercado em potencial. “Estamos consolidando o nosso posicionamento em fornecerserviços de alta necessidade e demanda em Uberlândia e região. A cidade foiescolhida porque tem uma economia forte e o público que queremos trabalhar.Nossos serviços são diferenciados e sempre buscamos por campos com e densidadepopulacional que atendam às nossas exigências”.

Ele explica que o valor de tributos que umleilão arrecada para a cidade é bem considerável. “Somos um polo para auxiliaras financeiras e gerar negócio rápido. Já realizamos mais de mil leilões em SãoPaulo. É uma atividade que traz benefícios para a cidade. Sem dúvida,Uberlândia só tem a ganhar”, afirma.

Mecânica do negócio

O leiloeiro oficial público do Estado deMinas Gerais, José Roberto Resende de Oliveira, esclareceu que antes darealização de um leilão um edital é publicado. Os bens ficam à disposição paraque o comprador possa ter acesso antes de se cadastrar para a hasta. JoséRoberto avalia as hastas como atrativas, haja vista que os clientes têm aoportunidade de adquirir bens com um valor bem abaixo dos preços praticadospelo mercado e em condições bastante seguras. “Muitos negociadores e empresasficam de olho nos leiloes, pois vivem de compra e venda”, disse.

Público alvo

Comprometida com o desenvolvimento eacompanhando as exigências de um segmento dinâmico e em constante evolução,durante a última década a Sumaré Leilões aperfeiçoou seu sistema de vendasmantendo, porém, intacto o seu comprometimento com a seriedade, transparência eidoneidade, requisitos básicos do ofício leiloeiro. Seu público alvo sãopessoas físicas, seguradoras, bancos, financeiras, locadoras de veículos e adiversos órgãos públicos, tais como DETRANS, CIRETRANS e prefeituras.

Estrutura

O espaço conta com 44 mil m², sendo 2,2 milm²de área construída e 3,6 mil m² de área coberta para depósito de veículos. Opátio possui capacidade para 4.400 automóveis. Há salas para reuniões,cafeteria, refeitório com sala para sesta para os colaboradores, banheiros,inclusive adaptados para pessoas com deficiência e caixa para pagamento. Naentrada, guarita para receber e numerar os participantes dos leilões. Oauditório para a realização dos leilões possui capacidade para 1.500 pessoassentadas, sonorização acústica e temperatura ambiente. A Sumaré investiu cercade R$ 1 milhão na construção, arquitetura e mobiliário do empreendimento e vaigerar 50 empregos diretos e seis mil indiretos.

Tecnologia e sustentabilidade

O espaço da Sumaré foi construído com tecnologiade ponta, amplo, limpo, pronto para locação, projetado com a preocupaçãoambiental para que não haja, inclusive, a proliferação de focos de dengue. Sãomais de 3 mil m² de área coberta que protegem os veículos da ação do tempo.“Possuímos uma equipe capacitada para agilizar o processo de veículos, demaneira que fiquem menos tempo no pátio”, explicou José Roberto Resende deOliveira, leiloeiro oficial público em Minas Gerais.

E por causa da consciência e políticaambiental da empresa, foi instalado um sistema de captação de água pluvial quepermite o reaproveitamento da água da chuva. O processo funciona por meio dereservatórios com dutos específicos. A chuva cai, passa por um filtro, e emseguida por meio de canos de PVC cai em reservatórios instalados no própriopátio. Ali ficam reservados milhares de litros de água não potável, mas tratadapor uma bomba dosadora de cloro. Esta água é bombeada até um reservatório queconectado a tubulações abastecem a descarga do vaso sanitário e irrigam asplantas que compõem o paisagismo do empreendimento.

No espaço também foi construído um bolsão queserve para armazenar água da chuva e permite que a mesma seja filtradalentamente até chegar ao lençol freático.

Ação social

Durante solenidade de inauguração da marca emUberlândia, a Sumaré Leilões presenteou o Hospital do Câncer em Uberlândia comuma ambulância dotada de UTI para transportar pacientes para o hospital. Aentrega do veículo foi feita pela CEO da Sumaré Leilões, Gabriela ErbolatoQueiroz Guimarães de Oliveira.

You might also like More from author

Comments are closed.